PT | EN | ES

Main Menu


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

Sentence view

1645. Carta de Antónia de Oliveira para a Inquisição de Lisboa.

Author(s)

Antónia de Oliveira      

Addressee(s)

Inquisição de Lisboa                        

Summary

A autora enumera diversos comportamentos de Vicência de Faria que demonstrar ser esta culpada de feitiçaria.

Text: -

Tags:


[1]
esta molher a Çonheso vai por quatro annos
[2]
dandose por Casamentera deÇalrose por feitiseira que tinha Çomido muito remedio nesta tera pelo o que sabia de feitisarias aonde me dise que tomava Çabesa de bode negro pa fazer frividouros Com muitas Çouzas diabliquas pa fazer vir pesoas de muito lonig teras
[3]
toma a tera debaÇho dos peis i esta Com os olhos postos en
[4]
muidandose a pesoa va tomala pera lhe fazer fitisos
[5]
isto me dise ella
[6]
toma mididas das esCaidas i das porta por nastros da Cabesa i fallos en boquadinhos pera feitisos
[7]
isto me dise ella que fazia
[8]
tira almas da outra vida Com devasão pera lhe falarem a suber o que esta pera vir
[9]
isto me dise que o tinha feito
[10]
toma a pedra d era i piza Com mais feitisos i da a beber pera lhe darem
[11]
isto me dise que fazia i se me fose nesesaro que ella mo faria a min mesma
[12]
fas devasais de santos defezos que he são diniel i santo arasmo Com quartas diaboliquas Com tres Candeinhas asezas nua sem Camiza Com os Cabellos deitados pellas Costas abaCho fazendo mezuras pelos Cantos de Caza
[13]
i abre a genela fora d oras i dis palavras diaboliquas pera adro o Canpanro que veja
[14]
esta lhe vi fazer eu en sua Caza
[15]
toma hũa basora i enfeita i vistida Como molher i deita pella esCasda abaCho di nuote fora d oras Com palavras diabliquas i feiCha a porta
[16]
i pola manha aCha en sima
[17]
isto me dise ella que fazia
[18]
busqua galinha pellos munturos mortas Com feitisos pera firvidouros
[19]
isto me diChe ella que fazia
[20]
furtarome hũa toalha de maos
[21]
ella me dise que diente de mi faria Couza pera adivinha quẽ ma tomara
[22]
tomou ella hũa pinera Com hũa tizoura no buraCo da pineira Com hũa quarta diaboliqua dibaCho da pinera i a fes ballha Com palavras
[23]
isto vi eu mesmo
[24]
aponto por testemunhas gaspar de serqra meu marido que asistio nesta Caza algũas anos
[25]
felipa lobata de bulhais
[26]
mora en Caza de Caterina nobre na orta sequa
[27]
tambem site en Caza de dona brites viuva que foi molher do Cavaquo
[28]
o fiziComor da armada lopo dias da Cunha foi a tangere
[29]
fransisCo antunes
[30]
mora na sua fazenda preto de nosa snra dos livais
[31]
he fora
[32]
ha de vir daqui a quinze dias
[33]
maria d oliura. tisideira en sua Caza asiste desta vsensia de fa
[34]
gaspar moso prado foro Criado do sargento mor
[35]
bento misiel
[36]
mora no Chão do lorero
[37]
maria de faria tem tenda na Capela d el rei sua prima
[38]
ines di lião molher de hũa fiziquo que lhe deu ora mora no goguo da pela que lhe fazia as Couzas deaboliquas que ella mo dise a mi mesma
[39]
sua mai irmã Consuantes nestas Couzas que todas tres trato nestas Couza
[40]
Chamase a irmã estasia da siliva
[41]
tena Comsiguo sua mai
[42]
esta na Cravoera
[43]
Chamas luiza da silva

Text viewWordcloudFacsimile viewManuscript line viewPageflow viewSyntactic annotation