PT | EN | ES

Main Menu


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

Sentence view

[1831]. Carta atribuída a João António Martins, armazenador de vinho, mas assinada com o nome de José Veríssimo, para Alexandre José Barreto, oleiro.

Author(s)

João António Martins      

Addressee(s)

Alexandre José Barreto                        

Summary

O autor pede um empréstimo a Alexandre Barreto e alerta-o para manter o silêncio.

Text: -

Tags:


[1]
Snr Lixandre Je Barreto
[2]
Pellas Mtas e Repetidas acuzaçoens q se me tem feito ja não Deveria ter nenhuma comtemplação
[3]
e eu Deveria ter posto en segurança a Vmce e seu filho pois se me tem sido Denunçiadas por serem Opostos, ao Legitimo e felis Governo de El Rei o Sr D Miguel 1o e athe seus ofeçiais.
[4]
e por me constar que he hua pobre fama que Vive de seu trava-lho bracalmte he q tenho mandado suspender - todos os esforços que se me tem proposto,
[5]
e o memo tempo tenho Deixado de cunprir com ma obriga-ção de que estou auturiçado pr el RlRei Meu Senhor q he a qm Dou contas
[6]
Não bou pezoalmte porq me nao combem a q mando meu Criado q o Unico de meu segredo
[7]
e por elle me remetera 2.
[8]
moedas q me são mto necessarias - Pa os annos de El Rei, q pagarei aCresçendo que se me tornar a constar da DesenfriaDura de Lingoa emtão uzarei do Rigor das Leis,
[9]
e nada de Disculpas porq estou bem afouto de tudo-
[10]
Resposta Logo pa Deliberação ma e seu Descanço
[11]
Seu Vor Joze Verissimo

Text viewWordcloudFacsimile viewManuscript line viewPageflow view