PT | EN | ES

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

Visualização das frases

1593. Carta de Luís Nunes para António Machado, seu irmão.

Autor(es)

Luís Nunes      

Destinatário(s)

António Machado                        

Resumo

O autor dá conta ao seu irmão de que a irmã havia sido presa pelo Santo Ofício.

Texto: -


anteriores


[1]
querera o sõr que venhão muyto asinha ãbos de dois e eu tambem asy me nela apresentey paemte a mesa do sãto ofycyo que não pudei nos fazer por amor do lyvramto de minha Irma
[2]
e com estes emfadamtos não pude compryr pas ne com defeyto pa eu yr la a esa cydade
[3]
aos oyto dias d agostos say eu que yva la pa esa cydada com os grãdes desejos que tynha de ver vosa pa com mynha Irma lyanor nunẽz e ca em o azo topey esperãca frz que vynha desa cydade de coymbra de se apresemtar e mos requereo que não saisymos da tera pa nhenhua parte senão que nos fosemos apresemtar que ese era o bom cõselho e vynha tambem frco frz e sua yrma vemtura frz em nosa companha
[4]
e não se o ofreçeo a luys nunẽz porque ja tynhamos nosas quavalgaduras e frete feyto pa noso gasto
[5]
e eu ja qom todos estes emfadamtos por ouvyr que não estava no presemte qoando veo mos nos mynha yrma que nos mãdava chamar
[6]
e eu asy me yva tambem e sy me dyso que Vm avya mãdado dar qua a gaspar pra dez myll res os quays eu lhos dey e Vm nos mãde a myme
[7]
e a sua yrma lyanor nunẽz a sua bemção porque quada dia que o sol amanhece nos ofrecemos nela
[8]
E portamto noso sõr seyja em sua goarda e de falso testemuynho e o tenha de sua suma mão
[9]
de seu Irmão luys nunez qu sua saude deseja
[10]
deste mogadro oje oyto dyas do mes d agosto de 1593 anos do seu irmão luys nunẽz

Edit as listRepresentação em textoWordcloudRepresentação em facsímileManuscript line viewPageflow viewSyntactic annotation