PT | EN | ES

Main Menu


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

PSCR0659

[1754]. Carta de Francisco de São Joaquim, frade, para Maria do Espírito Santo.

Author(s)

Francisco de São Joaquim      

Addressee(s)

Maria do Espírito Santo                        

Summary

O autor responde a uma carta da sua amada, aconselhando-a a não dar confiança a certas pessoas e dando várias instruções para evitar que se saiba do romance entre ambos.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Snora

Minha Rica filha vmce dis q eu tenho paixão e eu digo na ma carta q vmce he q a tem vmce dis q eu ando magro e eu queixome q vmce anda magra vmce dis q ha de emdoudeçer e eu na ma carta digolhe q hei de morrer pois ma rica filha nem vmce ha de emdoudeçer nem eu hei de morrer eu não tenho paixão senão de não ter mtas couzas boas e bonitas pa lhe dar não ter couzas pa vmce comer p se regallar e não saber q vmce q dorme bem e saber q sempre a estas aflijindo e não a poder comsolar q se eu soubera q vmce come e bebe e dorme e q anda alegre do mais eu me rirey estou na nave se eu soubera q vmce tinha isso na cabeça hia la hontem a tarde pa a dezemganar Snora eu como bem e durmo não tenho ca couza q me de penna senão o cuidado q tenho na sua pessoa porq como tenho a Ds da ma parte nao tenho q temer o q eu queria hera q o meu Provinçial não soubesse disto pa não o mortificar q eu não tenho medo de nada porq sey q tudo o q Ds permitir ha de ser pa nosso bem ainda q agora ao prinçipio custa ao depois sabe milhor o gosto q Ds da diga a seu Irmao João q venha ca hua tarde logo q derem duas horas q tenho q lhe fallar pois pa lhe escrever não sey o q lhe hei de dizer e fallandolhe he milhor porq me conta o q lhe tem ditto vmce me mandara por ese mosso o panno q levou dia de são Pedro e o saco antes q por la se perca q o quero mandar pa Bellem essa caixa guardea ou mandema q he milhor porq a quero mandar pintar q pode servir ou pa obreas ou pa o caraunde q pa tabaco não he boa senão pa rape e não fassa cazo do q as suas vezinhas dicerem porq Ds asim quer ellas se arependerão senora eu ja lhe disse q não quero q tenha comversas com a Thareza nem com nimguem nem ande com ella e vmce ainda no outro dia foi a caza de sua Tia e esperou por ella na Igreja não fes bem tinha vmce ja a minha carta fossese embora e quando ella la estiver não me escare antes vasse o mais cedo q puder porq olhe q tudo isso ha de contallo e hão de villo dizer ao Guardião q vmce q vem a Igreja e q eu estou do coro escarandolhe e veja se he milhor vmce disfarcar agora ao prinçipio ou se quer por pouco perder mto e custarme caro e ser o seu dito dellas verdadeiro e hoje disse a Joze q asim q entrassemos ao coro se fosse e vmce esteve a Missa do dia e eu ca ouvia falar o Joze e vmce não sey com quem e não gostey disso vamos agora pouco e pouco e tãobem não lhe ha de contar se se confessa ou se comunga e se ella quizer q lhe busque comfessor q o busque ella sabe buscar com quem comversar e não sabe buscar com quem se comfesar e aDs fuja della hua ves q vay a caza da dita esta perdida e ha de ser falssa eu estimara q fizera isto q lhe digo doulhe os parabens da caza caiada graças a Ds tudo tem sua hora e não julgue q tenho paixoens o q eu tomara he vella sem amizades porq ja a mto tempo q lhe pesso isso e aDs q he tarde não quero q se va o mosso

Seu Venerador Eu

tenha cuidado nestas cartas e leas devagar snora agora sube do Joze q a Thareza não veio ca esta menhãa deixea hir pa caza da sua amiga e vmce va fugindo de falar com ella porq asim quando eu la for ficar estarmos sos sem ella nos ver nem ouvir amenhaa principia o Provincial a vizita pessa a Ds q o Guardião não lhe conte a historia nem nimguem porq não tomara vello aflicto q he meu amigo fico obrigado pello santo sexta feira ca a espero minha alma e aDs esta ja estava pa hir o mosso


Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload textText viewWordcloudFacsimile viewManuscript line viewPageflow viewSentence view