PT | EN | ES

Main Menu


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

PSCR0009

[1500-1599]. Carta de Violante de Castro para o [Senhor Santantonio].

SummaryA autora avisa o destinatário das mentiras e enganos de um certo Heitor.
Author(s) Violante de Castro
Addressee(s) Santantónio            
From S.l.
To S.l.
Context

O resumo arquivístico incluído na carta indica que o destinatário seria o “secretário de estado”, do qual não encontramos referência expressa; por outro lado, no que será o sobrescrito, está indicado um “Sõr Sãtãtonio” que, com a devida conjetura, fica considerado como destinatário.

Esta carta quinhentista foi recolhida no fundo Colecção de Cartas, unidade de instalação Cartas Missivas e outros Documentos. Esta unidade agrupa, em 4 maços, documentos dispersos de datação incerta ou incompleta. A partir da informação interna da própria carta, tenta-se inferir datas extremas e dados que a situem e, de alguma forma, a contextualizem.

Support uma folha de papel dobrada de escrita na primeira e segunda face.
Archival Institution Arquivo Nacional da Torre do Tombo
Repository Colecção de Cartas
Collection Cartas Missivas e Outros Documentos
Archival Reference Núcleo Antigo 878, Documento 155
Folios [1]r.
Socio-Historical Keywords Tiago Machado de Castro
Transcription Tiago Machado de Castro
Main Revision Fernanda Pratas
Standardization Catarina Carvalheiro
POS annotation Clara Pinto, Catarina Carvalheiro
Transcription date2013

Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

aguora nos diserã q vosa senhoria queria dar eytor a lysboa co estas cartas todas lhe pidimos asinada merçe q o faça nẽ cõfie dele por mais juras q lhe jure porq e mto falso e nũca fala verdade e esas cartas nele tãto como ela vera e se as esta as na ouvese o q ds queira crea vosa senhoria q nos acharia vivas a sua vĩda e por isso nas mãde senã por pa mto certa e esprimẽtada e mãde avisar guarcya deço q lhe saia da mão de maneira q lhas posã ca mãdar e pois eytor foi falso as fas de seu sõr e mãdou as suas cartas sobre aviso a porta do mosteiro a nỹguẽ sera fiell e porq eu creio q vosa senhorya nisto e tudo o q cũpre as suas servidores tera grãde resguardo como se dela espera diguo mais q beyjarlhe mil vezes as mãos.

sua obidiẽte sudita e svidor- dona Violãte de castro

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload textWordcloudFacsimile viewManuscript line viewPageflow viewSentence viewSyntactic annotation