PT | EN | ES

Main Menu


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

PSCR1382

1672. Carta de Samuel Nassi para o tio Abraão Drago.

SummaryO autor reporta o que enviou e queixa-se do mau estado em que chegaram várias mercadorias.
Author(s) Samuel Nassi
Addressee(s) Abraão Drago            
From Portugal, Lisboa
To Amesterdao
Context

Perante a suspeita de as comunidades sefarditas traficarem mercadorias e informações em prejuízo da Coroa inglesa, várias embarcações procedentes ou destinadas à Holanda por sua conta foram intercetadas. Efetivamente, as disposições constantes nos Atos de Navegação de Cromwell proibiam o trato comercial das colónias inglesas com a Holanda, a Espanha, a França e respetivas possessões ultramarinas. Os processos instaurados, à guarda no Supremo Tribunal do Almirantado, surgem no contexto de quatro momentos de grande crispação entre aquelas duas potências: a 2ª Guerra Marítima Anglo-Holandesa (1665-1667); a 3ª Guerra Marítima Anglo-Holandesa (1672-1674); a Guerra dos Sete Anos (1756-1763); e, por fim, a 4ª Guerra Marítima Anglo-Holandesa (1781-1784). A documentação encontrada a bordo e preservada em arquivo - correspondência particular e registos de carga - constituiu testemunho documental da prática dos crimes de contrabando de mercadorias em alto mar. As cartas aqui descritas são ainda demonstrativas da qualidade das relações mantidas no seio de famílias sefarditas (judeus e conversos), com existência de redes estrategicamente distribuídas: de um lado, os colonos posicionados abaixo da linha do equador, mais precisamente numa área das Sete Províncias das Índias Ocidentais (o Caribe), no âmbito das possessões ultramarinas holandesas; do outro, familiares e parceiros de negócio, situados nos principais portos no Atlântico Norte, importantes centros de atividade financeira e mercantil. Há inclusivamente em algumas destas cartas vestígios de empréstimos lexicais feitos ao inglês e ao neerlandês. São disso exemplo algumas palavras do campo léxico-semântico do comércio, como as ocorrências “ousove” e “azoes”, que remetem para o inglês “hoshead” ou o neerlandês “okshoofd”, uma medida antiga de volume. No presente caso, estamos perante um conjunto de cartas que viajava a bordo das embarcações holandesas Het witte Zeepaard, Bijenkorf, Fort Zeeland e Gekroonde Prins. Provinham do porto de Paramaribo, com destino a um importante porto estratégico da Companhia das Índias Ocidentais - Flushing, na América do Norte -, através das Caraíbas.

Support uma folha dobrada escrita em todas as faces.
Archival Institution The National Archives
Repository Records of the High Court of Admiralty
Collection 30/223
Archival Reference Part 9 of 13
Folios soltos
Socio-Historical Keywords Ana Leitão
Transcription Ana Leitão
Main Revision Fernanda Pratas
Contextualization Ana Leitão
Standardization Fernanda Pratas
Transcription date2016

Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

sor Tio Abraham Drago Serenam 8 sepbro 1673

por ir não este navio de sem carta ma faço estas duas Regras em q digo acharme algo milhorado posto q inda com febre e gde fastio Ds seja nosso mezinhador. Ja avizei como no Roterdamer remeti a Vm 13: oock asúcar e em Voog em sirca de 9000: pao Letro q espero aja Vm rece e vendido pa ma qta e avendo ocazião se ouver pazes mandarme seu prosedido em farinha e carne Casser e durando as guerras me empregara Vm ditto montar em pano Branco de 1/2: the 18: placas segurandomo e remetendoo pr qlqr via que seja q he este o tpo de se avancar mto se se aserta. avizei a Vm me prometeu alonço da fonseca mandaria o asucar q agora comessa a fazer e se venderia pr sua qta e de seu prossedido se pagaria Vm. avizei serem Bem maos os generos q vierão. a carne posto q Boa hum Barris tuda ossos outros nada outros tirada a polpa. os queixos tudo em pasta plas taboas q vem entre elles não ter descanço se não nos mesmos queixos. o azte tudo Borra e as Botijas so de 3: the 3zsto pez. as Caldeiras o dobro de pezo e mto fundas couza q nunca aqui veo pior. so as chourisas e ferramta d engenho forão Bom Gennero mas com tudo pr vir a Bom tpo se vendeu Bem e renderão a carne chorisas queixos e afzeite 20758: q procurarei vão em Pieter donchor em qm veo, com a qta e farei o possivel pr que se vendão as caldas com proveito e de tudo a vendido irá qta em forma avizei q avendo qm mandasse galiota com os generos abaixo nomeados segurado tudo de ida e volta tomaria eu de parte f o montar de ditto pao Letro e asucar he o q se ofrece pedindo a Ds nos mande huã Boa paz com Boas novas de todos Vm a qm Ds gde mtos vesa com

sobro Servidor e amo de Vm Samuel nassi

sal farinha da milhor carne casser azeite oliva mantega Biscouto vinho Pano Amburgo cru e curado pano groço do 10 the 18: placas meas Linha sapatos sarge Botoims d ouro Bonbazinas de cor e Brancas hum caixão de hum caixão com p 2000 em estofas seda fittas e meas de Boas cores em tudo o arriba the p 160000 de emprego


Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload textWordcloudFacsimile viewManuscript line viewPageflow viewSentence view