PT | EN | ES

Menú principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

Visualización por frase

1791. Carta não autógrafa enviada da prisão por Francisco Henriques, alfaiate, à mulher do seu acusador, que trata por sogra.

Autor(es)

Francisco Henriques      

Destinatario(s)

Teresa de Jesus                        

Resumen

Um preso dita uma carta dirigida à sogra pedindo-lhe que interceda por ele e o tire da prisão.

Texto: -

Etiquetas:


anteriores


[1]
Os meus grandes travalhos em que me vejo metido neste emmundimo lugr me obrigão a ter o atrivimto de me deitar aos seus Pes pedindolhe pello devino amor de Ds se queira condoer de mim e de minha emfelis molher em mandar xamar meu sogro e demovello de Sorte q elle me valha e concorra na minha soltura, pois eu pormeto emteiramte de huma so ves de não tornar a ter com elle a mais minima defrença
[2]
e Ds sabe qto estou pezaroso de Alguma ofensa q lhe fizeçe
[3]
isto pormeto a vmce fixemte
[4]
Eu avia de escrever a elle porem quero q vmce primeiro lhe fale e o demova pois tudo esta na mão delle
[5]
eu Eu ontem fui sitado pa contririar hum libelo q elle tem contra mim e o mmo Escrivão me dise q em paçando duas audiencias q se julgava a Reveria
[6]
nestes termos fico pernunciado e aRuinado de todo
[7]
asim espero de vmce esta grande Esmola pello devino amor de Ds e com a sua detriminação verei se lhe ei de Escrever
[8]
porem minha sra tudo isto careçe brevide
[9]
e emfim eu ahi Remeto a carta pa elle e vmce me fara o favor qdo o mandr xamar lha emtregara e do q paçar com elle me fara o favor de mo mandar dizer ficando serto em q vmce me valha nesta grande aflição
[10]
e com isto não emfado mais a vmce de qm sou venerador e mto e mto obrigdo
[11]
saudades a minha molher e as mesmas a vmce
[12]
oje 14 de 7bro de 1791 Deste seu emfelis Criado Franco HanRiques

Text viewWordcloudFacsimile viewManuscript line viewPageflow viewSyntactic annotation