PT | EN | ES

Menú principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

Visualización por frase

1659. Carta de Francisco Carvalho, artilheiro, para Sebastiana da Silva, vendedeira de peixe, sua mulher.

Autor(es)

Francisco Carvalho      

Destinatario(s)

Sebastiana da Silva                        

Resumen

Francisco Carvalho, marinheiro, escreve do Estado da Índia, da Ilha de Moçambique, comunicando à mulher que está vivo.

Texto: -

Etiquetas:


[1]
Jesus Maria Juzephe
[2]
por se ofereser esta oChazião não quis deixar de fazer estas duas regras pa q saibais que eu indo sou vivo
[3]
suposto que eu vos não hesCrivi na Caravela em que eu vim foi porque eu estava em tera de moiros
[4]
agora querara Des que eu va em outro pataxo que vai atras desta Caravela
[5]
asim querera des que pesuais a saude que este voso marido vos dezeja em Companhia de meus filhos
[6]
eu de saude fico
[7]
mas ben me pudereis vos esCrever nesta Caravela
[8]
a india não tem que dar di si
[9]
eu eu de fazer mto por me tirar dela
[10]
sabereis Como meu irmão he morto
[11]
moreo no espital de goa
[12]
não pasiou mais q dezoito dias
[13]
qua falei Com o condeestavel da Caravela que porq era grande amigo de noso Compader antonio de Carvalho
[14]
asim que lhe dareis mtos recados e a nosa comadere a todos e a todos que por min perguntarem
[15]
qua me dise meu irmão, que manoel que ja hia a esCola
[16]
querera des darlhe intendimto pa ser gente
[17]
asim que a minha bemsão e a de des os Cubra
[18]
e da minha filha não me dizeis nada
[19]
e tambem tomara saber quem vos dise que eu que me perdera no galião sam tome
[20]
pois me perdi o vinte e tres de marso e a Carta que troixe meu irmão que Des ten foi feita em abril
[21]
demtor num mes dizerem la que o meu galião se queimara e eu esCapara a nado
[22]
Com isto não vos quero mais emfadar porque eu ja despi a pela ja não sou quem dantes era mas semper o brio a de andar Comigo emqto for vivo
[23]
Com isto o seor vos gDe Como este voso marido vos dezeja ate morte pa emparo de meus filho
[24]
Deste que mto vos quer voso marido fransisco Carvalho feita oje 20 de dezembro de mil e seisssentos e sincoenta e nove
[25]
direis a vezinha que seu filho agostinho galvão que moreu afogado quando foi a perdisão do galião
[26]
a fo de nabais e a sua mulher lhe dareis mtos recados e direis a minha filha que quando eu for que lhe ei de levar marido

Text viewWordcloudFacsimile viewManuscript line viewPageflow viewSyntactic annotation