PT | EN | ES

Menú principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

Visualización por frase

[1690-1699]. Carta de Maria de Almeida para um primo.

Autor(es)

Maria de Almeida      

Destinatario(s)

Anónimo291                        

Resumen

A autora pede ao primo que faça entregar uma encomenda de cartas ao filho dela e dá instruções para que o pagamento dos portes não fique a cargo do intermediário.

Texto: -

Etiquetas:


[1]
Meu primo e Snr
[2]
bem desejava eu dar lhe asin motivos de ter allivio e não de tantas mollestias como lhe estou dando mas foi sina minha o padeser trabalhos e dallos aos parenttes
[3]
Snor chegaram estas cartas hoje que sam desasete deste janro com as recomendasois q vm dellas vera asim na minha como na q vai pa meu fo que vam abertas pa que vm as llea e me fasa a merse mandar hum propio a llevallas i adevirtindo a meu fo mande oitro propio com a reposta dellas
[4]
a seu irmão eu lhe escrevo
[5]
tambem elle adevirto page ao portador q vm lhe emviar ja q a minha desgrasa me pos em estado q não tenho com que posa soprir a coiza alguma
[6]
i ha dilligensia e bribidade disto peso tambem a vm porque estas cartas detiveramse mto no caminho
[7]
e perdoeme vm pello amor de ds o darlhe tantos emfados
[8]
a snra dona lluiza i ha minhas sobrinhas e soobrinho emvio e minhas filhas mtas llembransas i estimanmos q todos vm llogrem perfeita saude a quem des gde muntos annos
[9]
Abiul desasete de janro prima de vm Maria d almda
[10]
Aallixandre me pede rellate a vm o que helle dis nas suas cartas pois sabe vm ha de estimar estas boas esperansas q helle escreve com tanta presa q não pode fazer
[11]
des permita saião hellas bem llogradas q heu dos meus pecados desconfio

Text viewWordcloudFacsimile viewManuscript line viewPageflow viewSyntactic annotation