PT | EN | ES

Menú principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

Visualización por frase

1729. Carta de José Alves Pereira, cativo dos mouros, para Teotónio de Freitas, boticário e familiar do Santo Ofício.

Autor(es)

José Alves Pereira      

Destinatario(s)

Teotónio de Freitas                        

Resumen

O autor, cativo em Argel, pede ao destinatário que o ajude a ser resgatado em troca de um mouro cativo dos portugueses.

Texto: -

Etiquetas:


anteriores


[1]
emfim como vmce he em tudo perito, e não ignora estes negos, de vmce espero o milhor aserto, e toda a noticia neste par, como tanbem ocazioins em q possa ocupar a minha vonte, porq suposto não posso servillo, supre a vonte ao dezo,
[2]
este tenho mto grde de q logre saude, e pesso a Deos o gde como dezo
[3]
Argel 15 de Mayo de 1729 De vmce mto obrigdmo e Criado Jozeph Alves Pra

Text viewWordcloudFacsimile viewManuscript line viewPageflow viewSyntactic annotation