PT | EN | ES

Menú principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

Visualización por frase

[1666]. Carta de [Maria de Jesus] para seu primo, Manuel Mascarenhas, prioste da Universidade de Coimbra.

Autor(es)

Anónima37      

Destinatario(s)

Manuel Mascarenhas                        

Resumen

A autora escreve a seu primo expressando preocupação pelo seu estado de saúde e pedindo-lhe notícias.

Texto: -

Etiquetas:


[1]
Não rrespondi estes dias a Vm por me deixar a morte de minha amiga dona Luiza q des tenha no seo tão morteficada q lhe afirmo a Vm q nũca tive couza q mais sintise rrezão de ser mto mosa e tão cheia de partes e meresimtos q todas a sentẽ o maior eiseso q jamais vi
[2]
asim por faltar tão depresa como por se não entender ca o mal de q ela moreu noso snro se lembre dela e de nos todos
[3]
mto me tẽ ẽfadada o dizer me Vm anda com cudados sẽ me dizer de q cauza nasem
[4]
meresolhe eu a Vm o cumunicarme al- sentimto se tem q nimguem mais veras o a de acõpanhar a Vm como eu
[5]
e se alguã couza merese tãto parẽtes e tanta comonicasão peso a Vm me não cubra nada e me fasa m e favor buscarme a diligensia q custuma
[6]
as lementasões q aponto nese papel hou a duos ou a coatro ou a oito da sorte q Vm os achar q isto me tera Vm de novo obrigada e mto serta a seu serviso venhão se puder ser neste correio
[7]
as chãsonetas não vão neste por estar a mestra da capela doente e tẽ-nos ẽtre outros papeis
[8]
no q vem as rremeteriei
[9]
mãdeme Vm novas de minha tia e snra antonia de carvalho e das primas e de Vm mto particulares
[10]
e a des q gde a Vm como pode e dezeja esta prima

Text viewWordcloudFacsimile viewManuscript line viewPageflow viewSyntactic annotation