PT | EN | ES

Menú principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

Visualización por frase

[1620-1629]. Carta de Pedro Dias para o seu primo António Simões, padre.

Autor(es)

Pedro Dias      

Destinatario(s)

António Simões                        

Resumen

O autor pede ao primo, que é padre, que o ajude, uma vez que tem amigos que o podem fazer.

Texto: -

Etiquetas:


[1]
Snor
[2]
primo
[3]
ja vm sabera da minha prizão
[4]
heu menza em vimdo loguo a estes snors e respomderão me
[5]
como lhe não falei a vomtade respomderãome que devaguar estava por dizer que hera muito bom cristão e que nũqua fora menos deisto que me mãodasem suas snors tirar abenasão de minha pesoa
[6]
mãodarãome que me fose embora
[7]
estou acompanhado por omen deste casere que ha anos que aqui esta
[8]
quãoto mais afervorado me virem que amtão me ão de ter mais tempo
[9]
que não bolise comiguo
[10]
que me fizese morto
[11]
que amtes de fora avemdo quem requerese hera milhor
[12]
vm me fasa m de maõdar dizer ao padre manoel valemte que escreva huã carta ao padre frei pedro ao mosteiro da roza pa que se puder vir qua venha e ele tãobem com ele e vm e amtre todos tratarem no que lhe pareser bem e apriquar iso e meter pidreiros pa que se fasa deliguemsia na benasão
[13]
e quãodo não quãoto heu ja faso comta que mori e asim faso voto de murer pela fe de cristo quãodo não tiver outro remedio mas como quem he
[14]
vm me fasa m de por sua parte meter o resto quãoto puder
[15]
paresemdo a vm bem de mãodar novas minhas a izabel de pina fasáo
[16]
se lhe pareser bem o fasa que quãoto he faso comta qu estotou emterado
[17]
a minhas primas meus recados
[18]
e me eemcomendem a des em suas orasomis
[19]
ades nos guarde destes trabalhos
[20]
não quero emfadar mais a vm porque sei que nestas oucaziomis pois comsiste a omra de huã guerasão toda por omde vm pois tem amiguos que nos podem favoreser
[21]
bom sera meter o resto nesta oucazião
[22]
do que peso a des em minhas orasomis he que não venha de la mais alguem da nosa guerasão que quem deu em min tãobem podia dar em mais
[23]
que quãoto de min ja não tenhu mais que dizer senão qu estou sepultado
[24]
não tenhu mais que dizer pois isto compete a todos
[25]
guarde des a todos como pode
[26]
de seu primo pedro dias
[27]
se mateus hi vier mostrelhe vm esta lembrãosa
[28]
do pumar de manoel castanho a de paguar dioguo frz qu esta nele seissemtos res
[29]
o peguado de duzemtos rés
[30]
do pumar de manoel freire do guafanhão a de de paguar quem o tras qu he

Text viewWordcloudFacsimile viewManuscript line viewPageflow viewSyntactic annotation