PT | EN | ES

Menú principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

Visualización por frase

[1760-1769]. Carta de Maria, aliás, Maricas, para Gabriel de Mira, padre.

Autor(es)

Maria, aliás, Maricas      

Destinatario(s)

Gabriel de Mira                        

Resumen

A autora, em registo erótico, manda saudades ao destinatário.

Texto: -

Etiquetas:


[1]
Meu marido do meu coracão mto me alegro de estar comtigo pois a todas as oras quizera darte mtos beiginhos abrasinhos e pinguinhas do teu Coninho que he teu todo e ha de ser apezar de todos os que nos querem mal pois tu não ignoras o mto que te quero e agora mto mais que tu hes meu filhinho e moro por tsi
[2]
tem juizo não me fasas menenises que eu sempre te sou lial e firme
[3]
adeos filho
[4]
não deixes de me escreber pelo Coreio da barca que eu pronta bou a vianna e te avizarei pa que me mandes hum barco pa nos hirmo a darte mto beigos e abrasos
[5]
Cuidame de Caza e dorme na ninhas Caminha e da pinginhas Como se nos fodesemos
[6]
isto que te dise hoje he por rir que eu não te deixo por todo o mundo
[7]
as tuas maminhas o meu Coninho he teu e ha de ser
[8]
estou morta por foder Comtigo a todas as oras e tenho mta sustansia no meu Coninho pa ti
[9]
sejas lial e firme que eu te sou e não quero que queiras a nenhuma molher senão a mim que esta pronta pa foder Comtigo a todas as oras
[10]
em Os meus olhos e perninhas te mandam mtas saudades ao meu menino
[11]
adeos meu marido
[12]
adeos meu homem
[13]
adeos meu amor
[14]
Desta tua maria que mto te quer e ama
[15]
emthe a morte he tua sempre
[16]
Maria gabriela

Text viewWordcloudFacsimile viewManuscript line viewPageflow viewSyntactic annotation