PT | EN | ES

Menú principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

Visualización por frase

[1831]. Carta atribuída a João António Martins, armazenador de vinho, mas assinada com o nome de José Veríssimo, para Alexandre José Barreto, oleiro.

Autor(es)

João António Martins      

Destinatario(s)

Alexandre José Barreto                        

Resumen

O autor pede a Alexandre Barreto que entregue o empréstimo a um criado e avisa-o para que tenha cautela.

Texto: -

Etiquetas:


[1]
Snr Lixandre
[2]
Vmce Diz a meu Criado que me ha de procurar,
[3]
eu athe se puzivel fose Não queria q Ds souveze do q eu passo
[4]
particularmte Vmce querme conpremeter,
[5]
não Dependo de ningem neste mundo de el Rei meu amo-
[6]
Eu estou ja a Partir pa queluz e Portanto.
[7]
Se na ocazião prezte Não puder mandar - as - 2 - moedas mande o q puder e Diga a meu Criado qdo hira Vuscar o Resto
[8]
e disto cautella porq o depois Não tera Romedio
[9]
Seu Vor Joze Verissimo

Text viewWordcloudFacsimile viewManuscript line viewPageflow view