PT | EN | ES

Menú principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

CARDS0010

[1826]. Carta de Agostinho Figueira, oficial comissariado em Estremoz, para João António dos Santos.

ResumenAgostinho Figueira escreve a João António dos Santos, irmão do rebelde José Guilherme, Capitão do Regimento de Infantaria 17, provavelmente usando um código. Aparentemente, informa-o apenas acerca do envio de certos objetos pertencentes a José Guilherme.
Autor(es) Agostinho Figueira
Destinatario(s) João António dos Santos            
Desde Portugal, Évora, Estremoz
Para Portugal, Elvas
Contexto

Após a morte de D. João VI (abril de 1826), D. Pedro outorgou a Carta Constitucional, iniciando-se um curto ciclo político liberal denominado Primeiro Cartismo (1826-1828). A situação política e militar interna era muito confusa, com a proliferação de grupos e fações, sucessivas remodelações governamentais e várias ações militares. Poucos dias depois do juramento da carta (31 de julho de 1826), tiveram início várias revoltas anticartistas, entre elas as que foram desencadeadas no Alentejo sob a liderança do Brigadeiro Magessi, que invadiu o território português a partir de Espanha e que contou com vários apoios locais. Tais apoios receberam a designação de «rebeldes espanhóis», que surge nestes documentos e se reporta a esses insurretos anticartistas, portugueses, que operavam a partir de Espanha. Este processo foi movido a Agostinho Figueira por suspeita de colaboração com os ditos "rebeldes espanhóis", nomeadamente com o Capitão do Regimento da Infantaria 17, José Guilherme, em conluio com Joaquim da Silva Zagalo, sargento do Regimento de Milícias de Vila Viçosa. A acusação baseou-se no facto de, na correspondência envolvendo os três indivíduos, se usarem pseudónimos nas fórmulas de endereço, estratégias de assinatura anónima, e caligrafia disfarçada. No processo faz-se referência a editais proibindo a correspondência com os anticartistas.

Soporte meia folha de papel dobrada escrita na primeira face e com sobrescrito na última.
Archivo Arquivo Nacional da Torre do Tombo
Repository Casa da Suplicação
Fondo Feitos Findos, Processos-Crime
Referencia archivística Letra A, Maço 42, Número 12, Caixa 86, Caderno 2, Fólios [4]r-[5]v
Transcripción Leonor Tavares
Revisión principal Cristina Albino
Contextualización Leonor Tavares
Normalización Ana Luísa Costa
Anotación POS Clara Pinto, Catarina Carvalheiro
Fecha de transcipción2007

Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Illmo Sr João Anto dos Stos

Falta pa a Remessa da carta incluza as pistolas, e o colete preto tudo mais vai

Seu Vor e Servo Eu 8 de 8tbro

Leyenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload textText viewWordcloudFacsimile viewManuscript line viewPageflow viewVisualización por fraseSyntactic annotation