PT | EN | ES

Menú principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

PSCR1513

1793. Carta de Aires para António de Melo.

ResumenO autor transmite ao destinatário o recado de um preso. O que lhe pede é que force a entrada na casa do homem preso e que traga de lá o necessário para ele poder ser solto.
Autor(es) Aires
Destinatario(s) António de Melo            
Desde Portugal, Lisboa
Para Portugal, Lisboa
Contexto

O padre João Paulo da Costa, preso na cadeia do Castelo em Lisboa, denunciou ao corregedor do Crime do Bairro da Ribeira, Francisco Manuel Pinto de Mesquita, as más práticas do carcereiro, José Themudo. As quatro cartas incluídas no processo, cartas ora recebidas ora enviadas por presos, destinaram-se a corroborar a denúncia.

Soporte um quarto de folha de papel escrito no rosto e com sobrescrito no verso.
Archivo Arquivo Nacional da Torre do Tombo
Repository Feitos Findos
Fondo Juizo Crime do Bairro da Ribeira
Referencia archivística Maço 36, Documento 28, Apenso 27
Folios 6r-6v
Socio-Historical Keywords Tiago Machado de Castro
Transcripción Tiago Machado de Castro
Revisión principal Rita Marquilhas
Contextualización Tiago Machado de Castro
Normalización Clara Pinto
Fecha de transcipción2015

Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Snro Anto de Melo

Saberá vmce qe aqui se acha; mel ferra da Cide sua molher e o vicente todos de segredo; o Manoel me roga pois lhe fui falar ao do pa qe vmce va a Caza da sogra dele e procure po Joze Maria; e qe esta noute sem falta nenhuma vá s a sua caza dele e lhe tragão qto la estiver pois niço esta toda a sua liberde a vezinhança não tem duvida nenhuma qlquer das portas vam sem duvida nenhuma tanto a de baixo como a de cima e asim não se esquesa disto para valer a estes emfeliçes pois so asim he qe tera alguma remicão e sua liberde elle huma mtas vezes me roga lhe peza a vmce isto assim faça o qe lhe pareçer seu Criado

e se vmce lhe pareçer venha anou aqui falar a noute a sala fechada.

Ayres

Leyenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload textText viewWordcloudFacsimile viewManuscript line viewPageflow viewVisualización por frase