PT | EN | ES

Menú principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

Facsimile view

1809. Carta de Francisco Vaz, carcereiro, para Diogo Lopes, soldado, seu irmão.

Autor(es)

Francisco Vaz      

Destinatario(s)

Diogo Lopes                        

Resumen

Francisco Vaz escreve ao irmão, dando notícias da terra e pedindo favores relacionados com a hipótese de não ser incorporado nas milícias.
< s >

asim pareseme q o rremedio q terei he mandaTe as ditas duas atestaçoens a q tu me Alcançes de o avizo pa ficare enzente das malicias a fim de istralare a castanha na boqua Alguns endevidos q ese gosto tem


Text viewWordcloudManuscript line viewPageflow viewVisualización por fraseSyntactic annotation