PT | EN | ES

Menú principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

PSCR0087

1589. Carta de Miguel Rodrigues para Diogo Castanho, seu pai.

Autor(es)

Miguel Rodrigues      

Destinatario(s)

Diogo Castanho                        

Resumen

O autor conta ao destinatário tudo quanto tem feito no Alandroal para conseguir soltá-lo da prisão de Abrantes.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

Snõr

o portador desta não vai a outra couza somte avizar a vm como qimta feira desta somana cheguey ha ste lamdoroal domde achei o deshembraguador o qual fui loguo ter com hele e lhe dei a folha he auto da prizão he me fez loguo audiensia he tinha o dicto q fazer imda hos termos os quais loguo fes fazer pa me darem vista pa arezor a qual ate tersa fra q vem hera comcruzo per amor de dẽs q se não aguaste porq bem sabera vosa m q não poso mais snõr vim dar a casa de minha tia domde vm me mãodou q dese a carta q me deu saimdo de la me deram novas q frco de oliveira lhe trouxera a vm de lxa q lhe dera frco mẽdes corea 2 U 000 mil rs os os quais por não acharem vosa m nesta tera lhe tornarão a mãodar porque per a via de a sidade lhe mãodasem da mão hesse homẽ somte para avizar a vosa m como os neguesis da soltura de vosa m algũ tamto am de ser devaguar não muito porq se lhe dara toda a brividade posivel como diguo serão devaguar por parte dos aiumtos q partirão oje domĩguo a chamalos por parte do dezembraguador minha tia branca mẽdẽs noso snõr lhe fasa bem a todas as uas couzas me core como q hela he q se hela não fora ficara ha hesta ora sem vimten pera poder neguosear seus neguosios na rezois q amdre leitam viu no feito me dixe q alguma comdenasãozimnha sairia a vosa m portamto peso a vosa m q com o portador me acudam com o dinheiro q puderem pa o tempo q se a de dar a sentemsa q sera d oje ha vimte dias a mais tardar porq ma tera hesta do hestado q vo m a deuxou portamto nẽ sobre premdas se acha dinheiro qamto mais se quizer vemder o mulacto achar q mo compre porq ja o hei feito he fiado o tomarão não alarguo mais xpo os tenha da sua samta mão pera seu samto serviso visitei a velha como hera rzao no alvoroso de minha vimda lhe não quis comtar por vosa m não hestar a tempo pa a velha e filhas se hemcomẽdam a suas orasão q ficam mto saudosas como he rzão não alarguo mas somte fiquar de saude a des louvores hemfadado pola pizão de vm q novas não porq se heu simtira q vm podera com hesa przão comforme ao q hela hemporta me não dera nada como diguo por amor de dẽs se não aguaste porq heu hirei mto prestes a polo na rua de vila visosa a 27 de novenbro de 89 digua vosa m q não venha o portador ate 2 U 000 rs os quais hemtemdo q se averõ mãter porq se minha tia os der os que mãodarão por darão.

seu obidehamte fo migel Roiz

Leyenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload textWordcloudFacsimile viewManuscript line viewPageflow viewVisualización por frase