PT | EN | ES

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

Visualização das frases

1822. Carta de Ana Temudo para Bonifácio António da Silva, mercador.

ResumoAna Temudo escreve a Bonifácio António da Silva informando-o sobre as diligências efetuadas para participar um roubo.
Autor(es) Ana Temudo
Destinatário(s) Bonifácio António da Silva            
De Portugal, Portalegre, Alpalhão
Para Portugal, Elvas
Contexto

Os réus deste processo crime, Bernardo de Alcarpio, almocreve, e João Ribeiro de Oliveira Pinto, sem ofício, naturais de Fronteira, sem moradia certa, eram salteadores e foram acusados de assalto à mão armada. João Ribeiro de Oliveira Pinto declarou-se morador em Sevilha e vendedor de tabaco, sabão e outras fazendas de contrabando em Espanha. Assaltaram, cada um com uma pistola, um almocreve que viajava com a mercadoria, roubando-lhe um macho e vários produtos de venda. A carta transcrita talvez tenha sido incluída no processo crime por apresentar uma descrição de dois assaltantes.

Suporte meia folha de papel dobrada escrita no rosto do primeiro fólio e com o sobrescrito no verso do segundo fólio.
Arquivo Arquivo Nacional da Torre do Tombo
Repository Casa da Suplicação
Fundo Feitos Findos, Processos-Crime
Cota arquivística Letra B, Maço 8, Número 10, Caixa 19, Caderno 2
Fólios 40r, 43v
Transcrição José Pedro Ferreira
Revisão principal Cristina Albino
Contextualização José Pedro Ferreira
Modernização Clara Pinto
Anotação POS Clara Pinto, Catarina Carvalheiro
Data da transcrição2007

Texto: -

Etiquetas:


[1]
Sr Bonifacio Anto da Silva
[2]
Alpalhão. 13 de Maio, 1822
[3]
Quando recebi a sua Carta, o meu Homem tinha partido pa Oliveira, Levando consigo a Justificação do roubo q tirou em o Asumar;
[4]
e no dia q ahi foi o criado ficou o meu Homem tirando a justificação, esperando pela sua rezolução, pa a remeter logo,
[5]
mas como Vmce não procurasse nada aquelle, foi a rezão por q a levou pa Oliveira, e qdo elle chegue ahi irá com ella pessoalmte ou mandará Logo.
[6]
Fico esperando a sua resposta
[7]
sua Vndora e Cra Anna Themuda
[8]
Nota dos signais q o Almocreve meu criado q foi roubado dois sugeitos Hum alto seco com a barba por fazer. Com hum calção de belbute preto. e o outro baixo ainda mosso com rosto redondo, e os olhos claros, a barba ruiva vestido de calção
[9]
tomar o dito homem mais sentido em mais algum

Representação em textoWordcloudRepresentação em facsímileManuscript line viewPageflow viewSyntactic annotation