PT | EN | ES

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

Visualização das frases

1826. Carta atribuída a António Xavier de Melo Negreiros, mas assinada com o nome da Marquesa Ermelinda de Araújo, enviada a Mariana Augusta de Castro.

Autor(es)

António Xavier de Melo Negreiros      

Destinatário(s)

Mariana Augusta de Castro                        

Resumo

António Xavier de Melo Negreiros, sob falsa identidade, tenta extorquir dinheiro a Mariana Augusta de Castro.

Texto: -

Etiquetas:


[1]
Illmo Snr
[2]
Levada do ecco da fama, q VSa tem adquerido em acolherer as pessoas de bem, q se vem desgraçadas e por isso rezolvi por via d'esta ir lancar-me os pez de VSa pa se dignar valer-me n'hum ato de tanta Caridade, qual o de me ser segundo a sua costumada generozidade, porpicio Com alguma esmolla favoravel pa me poder transportar ate às Caldas pa consegir com os Banhos, ver-me reslabalecida de hum ataque preplico de q tempo fui acometida;
[3]
pode ser a força dos desgostos, por que tenho passado depois do falecimento do meu Marido, o qual sendo arguido de Cauzas, q jamais commeteo, fiquei eu privada do Monte Pio, e por este motivo desgraçada, sendo o motivo q me obrigou a recorrer a Caridade de VSa
[4]
Ds Gde por muitos annos.
[5]
Sua Humilde Vra e Sudita D Marqueza Ermelinda de Araujo

Representação em textoWordcloudRepresentação em facsímileManuscript line viewPageflow viewSyntactic annotation