PT | EN | ES

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

Visualização das frases

[1829]. Carta de uma autora não identificada, assinada E., para José Moro espanhol, preso.

Autor(es)

E      

Destinatário(s)

José Moro                        

Resumo

A autora manifesta saudade e tristeza por não ver o destinatário, e promete-lhe fidelidade. Remata a carta com duas quadras e um monograma com as letras E e J.

Texto: -

Etiquetas:


anteriores


[1]
Não poso por nais tempo sevocar em meu peito ardente paixão q continiada iste em meu coracão
[2]
tanto que Vi as suas mimozas letras meu coracão ficou com hum prazer i alegria o mesmo tempo triste como a triste note
[3]
o quanto fora milhor não Vos conhecer de que Vos ver i tão triste sena
[4]
mais sim caro bem quem Vos podese dar a Libardade quanta meu peito DezeiJa
[5]
pois espero que sera por poco tempo
[6]
a Ceos quem tivese a dita de Vos Ver na Libardade que meu coracão dezeiJa
[7]
não repare nas minhas isenificantes letras i aseite o meu coracão saudouZo
[8]
desta que lhe pormete ser firme i constante ate a morte
[9]
pois a sua carta ca a tenho rezreVada dentro do meu coracão pois so a sua Vista podrei publicar os meus sintementos como DezeiJo
[10]
quando o meu coracão palpita Elle em segredo me dis Que comtigo tarde ou sedo Hei Vir a ser felis
[11]
quis dizerte adeos não pude a linda mão tua apertei com esta ternura i saudade como não moro não sei
[12]
espero resposta Desta logo q a receber

Representação em textoWordcloudRepresentação em facsímileManuscript line viewPageflow viewSyntactic annotation