PT | EN | ES

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

Visualização das frases

1833. Carta de Felício, padre, para seu tio João Crisóstomo.

ResumoO autor escreve ao tio a pedir-lhe que mande copiar um requerimento.
Autor(es) Felício
Destinatário(s) João Crisóstomo            
De Portugal, Lisboa
Para S.l.
Contexto

O réu deste processo, Luís António Fernandes de alcunha «o Homem Perverso», foi preso por «Desafeto à Legítima Rainha». As cartas que constam do processo foram apreendidas ao réu quando foi preso. Neste processo também estiveram envolvidos o filho do réu, João António Fernandes, o sobrinho, Felício, e Filipe Pereira.

Suporte meia folha de papel dobrada escrita na primeira face, e com sobrescrito na última.
Arquivo Arquivo Nacional da Torre do Tombo
Repository Casa da Suplicação
Fundo Feitos Findos, Processos-Crime
Cota arquivística Letra L, Maço 4, Número 46, Caixa 11, Caderno 1
Fólios [12]r
Transcrição Ana Rita Guilherme
Revisão principal Cristina Albino
Contextualização Ana Rita Guilherme
Anotação POS Clara Pinto, Catarina Carvalheiro
Data da transcrição2007

Texto: -

Etiquetas:


[1]
Meu Tio
[2]
Estimo á sua saude em Companhia de ma Tia e Primas.
[3]
Eu vou pacando, com mta pouca saude, mais Mais Mereço a Deos
[4]
meu Tio Meu Mano esmorço portanto não tenho quem em Mim cuide senão algum ámigo
[5]
tenho hum Amo que o falou a Teles, Jordão
[6]
este pedio hum requirimento para falar ao Duque,
[7]
rogo lhe que com brividade mo Mande copiar a fim de ser entregue a telles Jordão,
[8]
espero que o meu Tio me faça isto
[9]
sou seu Amo mto obrigado do Coração Felicio

Representação em textoWordcloudRepresentação em facsímileManuscript line viewPageflow viewSyntactic annotation