PT | EN | ES

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

Visualização das frases

[1703]. Carta de João Soares, cirurgião-mor, para António da Silva.

Autor(es)

João Soares      

Destinatário(s)

António da Silva                        

Resumo

João Soares escreve ao amigo António Silva para lhe dar novidades sobre a sua vida. Também lhe pede alguns instrumentos de que precisa para exercer a sua profissão.

Texto: -

Etiquetas:


[1]
Senhor Ato da Silva
[2]
Parti dessa Cidade de Lxa. Como quem partia para a outra vida.
[3]
Sendo que foy Deos servido Concederme the o prezente saude, a qual fica á ordem de Vmce e de minha mulher Izabel Maria a quem me ReComendo Com milhares de Lembranças
[4]
e a Ato da Silva e a seu Irmão faço o mesmo.
[5]
Eu Senhor fico por Cirurgião mor desta praza de Mozambique, que Como nella achei a Luis Nunes fico com melhor vontade,
[6]
o partido he bom,
[7]
se Deos me der saude em pouco tempo ajuntarei cabedal e Com o que de meu tiver servirei a Vmce
[8]
Como estas Naos não estão aqui mais de 8 dias não posso fazer o que dezejo
[9]
pesso muito a Vmce me Remeta por via de Luis Nunes, ou em meu Nome huã duzia de Agulhas de pontos de toda a sorte, e huã tezoura de Cirurgia pequena que eu em a primeira embarcazão Remeterei o Custo de tudo ficando sempre muito ao seu Cervico Co Meia duzia de Lancetas,
[10]
e fie Vmce em mim a Correspondençia,
[11]
pessolhe muito me mande boasnovas suas e de Luis Henriques de de sua merce e de todos os mais que de mim quizerem saber,
[12]
e de todo este enfado lhe pesso muito perdão e fico a sua ordem a quem Deos guarde
[13]
Moçambique
[14]
O Cappitão de Vmce João Soares

Representação em textoWordcloudRepresentação em facsímileManuscript line viewPageflow viewSyntactic annotation