PT | EN | ES

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

Visualização das frases

1723. Carta de Mariana Francisca dos Santos para Maria Ferreira Guedes.

Autor(es)

Mariana Francisca Santos      

Destinatário(s)

Maria Ferreira Guedes                        

Resumo

Mariana Francisca escreve à sua amiga para lhe dizer que ela só pode contar com a sua amizade e que as supostas amigas a difamam e não lhe querem bem.

Texto: -

Etiquetas:


[1]
Snra Ma Frra
[2]
Reçeby huma de Vmce em que mto estimei por nella dar notiçias sertas; mas em parte com mta penna por me Rellatar na sua padesia notaveis queixas onde fiquei mto sentidissima;
[3]
eu de saude fico mto pronta a seu obediençia no que tiver prestimo
[4]
esta carta que Vmce escreveo hoje o pe Dom Matheus foy de tanta alegria nesta caza, que com palavras õ nam posso expillicar porque toda a somana nem o pe Dom Matheus, nem eu, nem jozepha passamos com sosego; mas antes com mto sentimento e Cuidado, porque todas estas vizinhas, a quem Vmce amava tanto e servia publicaram pellos soalheiros, e por toda esta prassa que Vmce esta-va preza na inquiçizam;
[5]
e suposto que o Sor pe Dom Matheus dezia que hera falço, todavia asim a éllé, como a nos nos asustou, e passamos athe vir o correio com Notavel cuidado e disvello;
[6]
e paresse que he promissam devina suseda esta falssidade, para que Vmce conhessa quem sam estas Rega-teiras a quem Vmce tem feito tamto bem, que paresse se alegravam tanto com esta emfilliçidade de Vmce, que publicaram por toda a terra,
[7]
paresse que pediam alviçaras humas as outras;
[8]
e o que mais para sentir que aquella grande sua amiga que Vmce publica chamada Maria Luis está me diçe me diçe quinta feira preguntandome pro Vmce, e dizendome que estava preza, que se soubera o que Vmce hera, que lhe nam havia de por o peé em caza;
[9]
e entenda Vmce que tambem, a sua comadre de Baixo, e a fanha todas foram do mesmo paresser, como tambem a sua afilhada;
[10]
e sam tam dezavergonhadas que dizem que eu dera humas poucas de moedas de ouro a Vmce para hir em busca de Jozeph monteiro
[11]
; e foy permiçam devina estes travalhos em que Vmce se vie, para que quando Vmce se vir Restituida a sua caza se saiba estimar e tratar da sua saude
[12]
cuida que he o primçipal, e que conhessa que eu a amo e sinto a sua Auzençia, e mollestias acompanhandoa com Lagrimas e ofereçendoa ao Senhor das Barrquas aonde hei de hir com Vmce em Romaria com o Sor Pe Dom Matheus, que soó elle sabe sentir o desaforo com que esta canalha tem fallado na pessoa de Vmce;
[13]
a theya athe agora hinda nam he chegada
[14]
em chegando em chegando fasso tençam pagalla e levalla para a minha caza o metella na sua cayxa ou onde Vmce ordenar de que me mandara avizo
[15]
e mandeme dizer quando vem hinda que metinda me minta que tenho a minha caza fichada por nam deixar a de Vmce
[16]
a maria nam esquessa da minha da minha parte mtas Lembranças que a Vmce nam tenho que dizer
[17]
a Jozepha se Recomenda a Vmce e todos os dias anda para fazer testamentos e nunqua aCaba e Vmce vay esperar aveiro
[18]
e a nom mollesto mais a qm Dos gde ms ann
[19]
Porto 29 de1723 Mtas Lças ao Sr Franco Simois e a toda a sua gente Desta sua serva que mto lhe dz Mariana franca dos santos

Representação em textoWordcloudRepresentação em facsímileManuscript line viewPageflow viewSyntactic annotation