PT | EN | ES

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

Visualização das frases

1698. Carta de António Mendes de Barroso para [Manuel Viegas Lobo].

Autor(es)

António Mendes de Barroso      

Destinatário(s)

[Manuel Viegas Lobo]                        

Resumo

O autor dirige-se a um amigo que, pelo conteúdo da carta, parece ser Manuel Viegas Lobo. Deseja-lhe que os "negócios" em que se encontra se resolvam rapidamente. O senhor Alexandre Lobo mencionado na carta é irmão de Manuel Viegas Lobo.

Texto: -

Etiquetas:


[1]
Meu amo; Compo; e Sor
[2]
Por se offerecer portador destas ptes; com Rezão se queixaria VM se em mim ouvesse descudo em não solicitar nesta occazião suas noticias;
[3]
e por evitar es-sa queixa aLem da minha obrigação as procuro por meyo destas Regras, de q espero Reposta assegurandome nella q passa izento de achaques, e q logra arrezoada saude
[4]
nem poderei ter melhor iguaria nesta festa d' alguns tão applaudida e de outros menos festejada e nunqua de nenhuns abor-recida
[5]
mas tudo lembra a seu tempo
[6]
e Vmce se não esqueça de me dar mtas accaziois de seo agrado por não dezagradar a minha vontade q sempre se empenhou em lhe obedecer toda a promptidão
[7]
e igual demonstração terá experimentado na de sua Thia q nem por se ver de prezte opprimida de males e de dissabores de fraquear, porq a mto mais a incita o Amor; q lhe tem.
[8]
Do estado em q estão os seus negos, ja q não temos quẽ delle nos faça participantes, esperamos avizo e Rezolução do seu bom successo pa o festejarmos;
[9]
e se tem boas esperanças dos de Lxa porq o sor Alex Lobo athe aqui as não deu com certezas, e por instantes estamos esperando por elle pa saber-mos o que tem obrado,
[10]
e nos persuadimos q algum avia de concluir pa vermos triunfar a Vmce ainda de seus inimigos e pa Lograrmos a sua assistencia sem sobresaltos.
[11]
Saberá Vmce q estou propinquo a me Levarem á praça os trapinhos q tenho pello q devo a meu sobro dos Annos em q administrei a sua tutoria, porq querendo dar em satisfação fazenda equivalente por ser ja avaliada pa esse effeito por pessoas dezenteressadas e de comciencia acho q não faltão em Abiul algumas, q com mui pouca o querem esturrar a fim de me comprarem o q tenho por pouco mais de nada e me deixarem como espargo ao mon-te;
[12]
e se não considerava a Vmce negos q dependem de grandes dispendios de dinhro me avia de valer do seu patrocinio por conhecer o seu affecto;
[13]
comtudo me arro-jo (não avendo imposibilide) a pedirlhe me queira Remediar neste aperto pa metter as figas nos olhos
[14]
aqui não tem vergonha, honra nem primor satisfazendo pontualide porq apezar de invejozos não falta fazda;
[15]
e na mão de Vmce ou de couzas da sua mayor obri-guação a darey por bem empregada
[16]
e não se de arrepender troqua
[17]
á vista do nosso dezejo Sua Sua Thia não cesoa de im-portunar suas depreca-çois ao Divino Spro sto pe-dindolhe o que ira favore-cer nas suas pretençois por entender q vão dirigidas a seu Sancto Servo;
[18]
e se offerece ao seo,
[19]
Repetin-dolhe saudozas Lembran-ças e ambos lhe pedimos q gde a Vmce como deze-jamos
[20]
Gta de val marão em Domingo gordo de 1698.
[21]
Mayor Amo; e Capto e Compo de Vmce Anto Mendes de Barrozo

Representação em textoWordcloudRepresentação em facsímileManuscript line viewPageflow viewSyntactic annotation