PT | EN | ES

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

Visualização das frases

[1690-1699]. Carta de Catarina Escolástica de Almeida de Amaral para o primo, Manuel Viegas Lobo.

Autor(es)

Catarina Escolástica de Almeida de Amaral      

Destinatário(s)

Manuel Viegas Lobo                        

Resumo

A autora mostra-se solidária com a situação do primo e pede-lhe também que este a ajude, pois tem duas raparigas para criar.

Texto: -

Etiquetas:


[1]
Sor Primo
[2]
tenho sentido tanto esta molestia de Vm coanto as resois de parenta me obrigam
[3]
noso Sor lhe ponha a Vm tudo em bem e lhe de aquele suseso que eu dezejo pa todas as minhas coisas
[4]
pode Vm entemder q o ter eu faltado ao q devia fazer não he por falta de vomtade mas bem sabe Vm as mtas emcoveniensias q me empedem
[5]
sor pro os dias pasados escrevio a Vm humas regras de q não tive reposta
[6]
tsentirei eu mto ela lhe não fose ter a mão
[7]
nela lhe dizia a Vm se lembrase q eu que tinha duas raparigas e pobres e a vista da grandeza que Vm se ha as de fora não descomfio de que Vm comiguo dispenda alguma coiza q sem embarguo de que Vm se ve nesa aflisam ainda tem pa mto mais
[8]
Noso Sor lhe de a Vm bom soseso em tudo como dezejo
[9]
deos gde a Vm
[10]
prima de Vm Escolastiqua d almda

Representação em textoWordcloudRepresentação em facsímileManuscript line viewPageflow viewSyntactic annotation