PT | EN | ES

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

Visualização das frases

1730. Carta de José de Santo António, frade, para a Inquisição de Lisboa.

Autor(es)

José de Santo António      

Destinatário(s)

Inquisição de Lisboa                        

Resumo

O autor denuncia um seu escravo por ser católico arrenegado.

Texto: -

Etiquetas:


[1]
J M J
[2]
Fr Joseph de S Anto Pregador e Regte do Real Hospo da Prova da Conçam sito nesta Cide de Lxa. Occidental á carreira dos Cavallos; obedecendo aos Editos da Sta Inquisição, dou parte aos Sers Inquisidores, de como, fa-zendome S Magde merce de Captivo q tem nas suas galés, pa troco de Religiozo da minha Prova que se acha Captivo em Argel, Ouvi nas mesmas galés, que o tal Captivo que sua Magde me dava tinha fama de sser de nação grego e arnegado.
[3]
E como quis certificarme mais da verdade antes de effeituar o troco, escrevi ao mesmo Religiozo Cap-tivo em Argel fizesse toda a dilligca por averigoar se o tal Captivo era, ou não era arnegado:
[4]
E a reposta q tive delle, he o que conthem esse Escripto-zinho que aprezento da sua mesma letra, que veyo dentro da Carta que me escreveo.
[5]
E o mesmo homé que a trouxe, que he que nesta sema-na chegou de Argel Resgatado, disse tambẽ que o tal tinha la a mesma fa-ma de ser grego e arnegado.
[6]
E em hũa Carta, q o Rdo Pe Administra-dor do Hospital de Argel escreveo ao Rdo Pe Fr Jozeph de Paiva Religiozo da Trinde sobre o troco deste Captivo Com o frade, ouvi eu q o tal Adminis-trador o trata tambem Com a fama de Arnegado.
[7]
Não conheço aqui nas gales
[8]
ouvi, q o tal tinha fama de arnegado, mas paresseme q foi áquelles mesmos que guardão, e acompanhão aos Captivos.
[9]
O homem q agora veyo Resgatado, e me trouxe a carta e escripto do Reli-giozo, e deu a mesma noticia, me disse assestia a S Paulo de fronte da porta travessa da Igra em caza de homé chamado Dos Ferra, e paresseme q Al-fayate;
[10]
e Como he nal do Porto, não estará aqui mo tempo.
[11]
O Religiozo que está Captivo em Argel, e escreveo o escripto chamasse Fr Phelippe do Espro Sto
[12]
O Pe Administrador do Hospital de Argel, chamasse Fr Franco Navarro da Ordé da sma Trinde
[13]
E o tal captivo das galés que Eu delato, chamasse Mostafá Sotta arraes, he Ruivo do cabello, terá trinta e oito annos de idade; está cazado em Argel, e ja aqui esteve outra vez captivo.
[14]
He so o que sei.
[15]
Lxa. e Real Hospo da Concam 10 de Março de 1730 Humilde subdito de VVSas Fr Jozeph de S Anto

Representação em textoWordcloudRepresentação em facsímileManuscript line viewPageflow view