PT | EN | ES

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

PSCR1478

1672. Carta de Isaac Baruch para o seu irmão David de Aguilar.

Autor(es)

Isaac Baruch      

Destinatário(s)

David de Aguilar                        

Resumo

O autor fala do que embarcou para o destinatário, da escassez de produtos e do sobressalto em que se vive naquela colónia.
O script do Java parece estar desligado, ou então houve um erro de comunicação. Ligue o script do Java para mais opções de representação.

Sr Irmão David d aguilar serenão a 28 agosto 1672

Premita el dio qu esta ache a VM Com a pas e saude como todos os desta sua obrigasão lhe dezeigamos nos a temos a deos seigão dadas as grasas de saude que a mesma oisamos de VM em companhia de meo daveche em quein nos Recomendamos muito e Raquel e riqua fazein o mesmo Recomendandorse na bensão de VM

no navio marços qursuis que foi a esa endereitura mandei a VM tres ofsos d asucar e Vm Baril queira deos levalo a salVamento e nele esqrevi largo agora o serei Breve por não aver papel e esta ser feita no Corpo de guarda com as armas com muitas fomes e nesesidade de mantimtos da tera el dio s aprade de nos e nos de pas e nos libre de nosos enemigos tinha Junto algum asucar para mandar mas por aver falta de baris deixa de Ir que Ira noitra oCazião deos querendo agora era tenpo de se fazer algum negosio per aver falta de tudo emfim VM fara o que for servido não so mais largo por não aver de que ReComendandome muito muito em VM e en todos os de nosa obrigasão a daveche muitos abrasos e beigos mandandolhe minha Bensão e a d el dio que o Cubra pedindolhe que seiga Bom filho que noitra oCazião o farei mais largo. e quanto se ofrese dos a VM gde Como pode Vesalom

Irmão de VM IZaque Baruh

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Guardar XMLDownload textRepresentação em textoWordcloudRepresentação em facsímileManuscript line viewPageflow viewVisualização das frases