PT | EN | ES

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

Representação em facsímile

1821. Carta de António José Cabral de Melo e Pinto, desembargador e corregedor, para Maria dos Prazeres Soares de Abreu e Melo, sua mulher.

Autor(es)

António José Cabral de Melo e Pinto      

Destinatário(s)

Maria dos Prazeres Soares de Abreu e Melo                        

Resumo

O autor acusa a mulher de perversidade, de o enganar e de nem sequer ter amor pelos filhos.
< s >

Tendo visto a grde demora q os piquenos tem tido em escreverme concluo q tem andado a aprender dipois q eu te despertei hua obgam de q tu não devias esquecer-te,


Representação em textoWordcloudManuscript line viewPageflow viewVisualização das frasesSyntactic annotation