PT | EN | ES

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

CARDS0190

1819. Carta de João de Viseu, juiz de vintena, para o juiz de fora da vila de Mértola.

Autor(es)

João de Viseu      

Destinatário(s)

Anónimo96                        

Resumo

João de Viseu participa ao juiz de Mértola o aparecimento de um homem morto na sua freguesia.
O script do Java parece estar desligado, ou então houve um erro de comunicação. Ligue o script do Java para mais opções de representação.

Illmo Sr

Hoje pellas duas horas da tarde, me derão pte que estava hu Homem Morto, junto o Paço dos Giraldos, desta frga no camo da Corte do Pinto: Cujo Morto dizem ser Capador que aqui esteve Domingo prosimo perterito. Este hera sego, e trazendo Castilhano pa o guiar, este mesmo, descomfião, que foçe o agreçor, porque huns que vinhão do Muinho o emcontrarão xeio de sangue e descomfiando delle o prederão. Esta a pte que me derão; eu e mais o Escrivão partimos pa aonde está o Morto, pa o fazer logo Remeter a presença de VSa e ao mesmo tempo por huã guarda o Corpo, atte que VSa determine o que for servido. Ds ge a VSa por ms as

Sta Anna de Cambas 16 de Junho de 1819 De VSa Attento V e C João de Vizeo

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Guardar XMLDownload textWordcloudRepresentação em facsímileManuscript line viewPageflow viewVisualização das frasesSyntactic annotation