PT | EN | ES

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

CARDS1058

[1687]. Carta de Rosa para Diogo Pinto de Fonseca, advogado.

Autor(es)

Rosa      

Destinatário(s)

Diogo Pinto de Fonseca                        

Resumo

A autora escreve a Diogo de Fonseca sobre umas peças de roupa que acompanham a carta.
O script do Java parece estar desligado, ou então houve um erro de comunicação. Ligue o script do Java para mais opções de representação.

O Pecote erão sos os covados que eu tinha pedido que erão catorze bem medidos porque do vestido não subigou nada e antes a saia não fiquo nada pa grande refego per ser estreito e o alfaiate aprovara por sertidão esta carta sendo necesaria ajuste Vm o presso que não deve ser pequeno pois quem quer meter mais na cantidade tambem o fara no dinro e ajustada a conta com a outra de Sor Dr Pinto que Vm me fes me e estes tostois do juro de tudo me mandara Vm hũa lenbrança pa eu o satizafazer com a maior pontualidade que me for pocivel porque o demais en gratedão a mce que Vm me fas que eu em mais que amizade lhe tomara saber merecer Ds gde a Vm caza

2a fra Rosa

Folgarei venha Ilmo que tenho mtas saudades suas


Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Guardar XMLDownload textWordcloudRepresentação em facsímileManuscript line viewPageflow viewVisualização das frasesSyntactic annotation