PT | EN | ES

Menu principal


Powered by TEITOK
Maarten Janssen, 2014-

CARDS7089

[1817]. Carta de Jacinto Júlio de Queirós Moura, estudante, para a sua amante, Josefa Viana de Campos.

Autor(es)

Jacinto Júlio de Queirós Moura      

Destinatário(s)

Josefa Viana de Campos                        

Resumo

Carta de amor de Jacinto Júlio de Queirós Moura para Josefa Viana de Campos.
O script do Java parece estar desligado, ou então houve um erro de comunicação. Ligue o script do Java para mais opções de representação.

fico na teia da ma existencia

Ja hoje te escrevi e quando o fis não pencei ser o portador desta prq na reallide estava mto doente porem o Medico me receitou hum remedio pa tomar de hora em hora de sorte que quando erão cinco da tarde eu me sintia consideravelmte milhor de sorte que me rezolvi hir eu mmo procurar as tuas pa mim sempre amaveis noticias ja que tu mas não quizeste inviar, e não sei se foi pr virtude do remedio, ou pr pençar que te havia ao menos de ouvir eu entrei a sintirme mto milhor logo que progetei hir procurarte ma linda V..... creio que a respto dos meos Zellos ja estas socegada prq elles em nada te offendem e responde me sobre isto pa ma tranquillide na d hoje não te dava expreçamte os agradecimtos prq creio não seria necessario o meo C te poderia esplicar a ma gratidão, e o qto te estou obrigdo aDs meo bem da ma Alma sou com toda a candura o teo terno Espozo;


Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Guardar XMLDownload textVisualização das frases