PT | EN | ES

Main Menu


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

PSCR0090

[1583]. Carta de Martim Pinheiro, oficial do Santo Ofício, para Diogo de Sousa, inquisidor em Lisboa.

Author(s)

Martim Pinheiro      

Addressee(s)

Diogo de Sousa                        

Summary

O autor dá conta das razões de um atraso em certa diligência que executou.
Javascript seems to be turned off, or there was a communication error. Turn on Javascript for more display options.

srs

Com esta mãdo a diligẽncia q vv mm me mãdarão fazer não foi mais cedo porq não foi posivel pello Prigo q avia agora vai milhor q eu pudi e mais sagredo não tomei testemunha nehuã porq era logo tudo descuberto nẽ me escrivi fazẽdo por q se não rõpesse. tudo o q vv mm virẽ ser necessario avisẽme q eu ho farei mto boa võtade e ho milhor modo q puder como farei sempre tudo o q me vv mm mãdarẽ cuja vida e estado noso sor acresẽte por mtos pa seu serviso

da garda a 6 de Dezẽbro servidor de vv mm Martim Pinheiro

Legenda:

ExpandedUnclearDeletedAddedSupplied


Download XMLDownload textWordcloudFacsimile viewManuscript line viewPageflow viewSentence viewSyntactic annotation