Corpus de Textos Antigos

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

M1008T1008

História de mui nobre Vespasiano

TitleHistória de mui nobre Vespasiano
AutorDesconhecido
EdiçãoMaria Inês Almeida
Tradução/RedacçãoTradução do castelhano. O poema em francês do séc.XII Vengeance de Nostre-Seigneur ou Histoire de la destruction de Jerusalem está na origem de prosificações levadas a cabo nos sécs. XIV e XV e que forneceram o arquétipo para as traduções ibéricas deste texto.
Data da Tradução/Redacção1496 (antes de)
TestemunhoLisboa, Valentim Fernandes, [1496?]. Biblioteca Nacional de Portugal, Inc. 571
Data do Testemunho1496
BITAGAPManid 1008, cnum 1008, Texid 1008
GéneroNovelística

O script do Java parece estar desligado, ou então houve um erro de comunicação. Ligue o script do Java para mais opções de representação.

índice   35v < Página 36r > 36v

por çerto cõprir qro meu dinheyro pois o merquey . E o empador deo lhe o mais sotil judeu q alli estaua : e elle tomou o do caualleyro : e o caualleyro matou o judeu logo e tirou lhe o q tinha dẽtro no corpo .

¶Como partio o empador de acre pa se tornar a roma . Capitollo .xxij.Capitollo .xxij.: erro por Capitollo .xxiij.

DEs que o empador esteue tres dias em acre partirõ toda sua gẽte qnto auiã gahado em jherusalẽ q ficou nada pa elle E feito ysto mãdou aparelhar tres naos . e em cada hũa dellas mãdou meter os jude homẽs e molheres e crianças e sem marinheyros alguũs e sem homẽs que soubessem reger as naos nẽ as marees : nẽ men lhe deu viãdas . e partirõ se d’ante o porto q he diante do castello de cayffas e deixou os hyr . Mas nosso sen


Guardar XMLDownload text