Corpus de Textos Antigos

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

M1008T1008

História de mui nobre Vespasiano

TitleHistória de mui nobre Vespasiano
AutorDesconhecido
EdiçãoMaria Inês Almeida
Tradução/RedacçãoTradução do castelhano. O poema em francês do séc.XII Vengeance de Nostre-Seigneur ou Histoire de la destruction de Jerusalem está na origem de prosificações levadas a cabo nos sécs. XIV e XV e que forneceram o arquétipo para as traduções ibéricas deste texto.
Data da Tradução/Redacção1496 (antes de)
TestemunhoLisboa, Valentim Fernandes, [1496?]. Biblioteca Nacional de Portugal, Inc. 571
Data do Testemunho1496
BITAGAPManid 1008, cnum 1008, Texid 1008
GéneroNovelística

O script do Java parece estar desligado, ou então houve um erro de comunicação. Ligue o script do Java para mais opções de representação.

índice   37r < Página 37v > 38r

lleyros e todallas outras gẽtes : e tirarõ todallas bestas e armas em terra . e folgarõ assi tres dias . e depois partirõ se e vierõ se a roma . E como o papa sam clemẽte soube q o empador vinha mãdou aparelhar todos seus clerig e ordenou sua pçissam em louuor e gloria de nosso senhor ds . e muyto ordenadamẽte muyt q o seguiã muy deuotamẽte sayrõ fora a rreçeber os empadores . e virõ vijr o scto homẽ sam clemẽte grãde pçissam . e ouuerõ grãde prazer . E logo descaualgarõ e forõ se abraçar e beijar . e todos huũ derõ graças a ds q lhe dera victoria contra seus jnmigos . e deuotamẽte segnirõsegnirõ: erro por seguirõ. a pçissam . e assi ẽtrarõ em roma . Grãde foy o prazer e a festa q fezerõ as gẽtes de roma polla vinda dos empadores e de todallas outras gentes q vinhã elles . e esta festa durou oyto dias . empo cada dia hiã ordenadamente a ouuir a pgaçã q fazia sam clemẽte . E muytas gẽtes se cõuerterõ naqlles oyto dias o q faziã dantes . e isto polla grãde deuoçã e cõsolaçõ do empador . mas se ousauã de bautizar atee q o empador e seu filho titus começassem . porq se temiã de seer rephẽdidos . E des q o empador esteue oyto dias clemẽte o foy veer e disse lhe Sehor pois jhu o nosso senhor vos tẽ feita tãta graça q tomastes vingãça de sua morte : e soes saão toda vossa gẽte . rogam q lhe mãtenhas todo o q lhe pmetestes qndo partistes de roma pa hir a jherusalẽ . E o empador lhe disse . Rogo vos

Guardar XMLDownload text