Corpus de Textos Antigos

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

M1008T1008

História de mui nobre Vespasiano

TitleHistória de mui nobre Vespasiano
AutorDesconhecido
EdiçãoMaria Inês Almeida
Tradução/RedacçãoTradução do castelhano. O poema em francês do séc.XII Vengeance de Nostre-Seigneur ou Histoire de la destruction de Jerusalem está na origem de prosificações levadas a cabo nos sécs. XIV e XV e que forneceram o arquétipo para as traduções ibéricas deste texto.
Data da Tradução/Redacção1496 (antes de)
TestemunhoLisboa, Valentim Fernandes, [1496?]. Biblioteca Nacional de Portugal, Inc. 571
Data do Testemunho1496
BITAGAPManid 1008, cnum 1008, Texid 1008
GéneroNovelística

O script do Java parece estar desligado, ou então houve um erro de comunicação. Ligue o script do Java para mais opções de representação.

índice   12r < Página 12v > 13r

eu me farey bautizar e todo o pouoo e todos os meus caualleyros .

¶Da voz do anjo que disse aa veronica em como falaria polla manhaã a sam clemẽte aa porta . Cap . xij.

E Quando veronica estaua na oraçõ : veo lhe hũa voz do çeeo a qual disse . molher booas obras fazes : leuãta te pella manhaã e sairas fora de casa e acharas huũ amigo d ds o qual ha nomẽ clemẽte . e chama o por seu nome e logo desapareçeo a voz . E tãto q foy dia craro se aleuantou a fazer oraçam : e veo hũa voz do çeeo q lhe disse . Clemẽte vai te e passa polla porta do mestre salla do empador e poem teu coraçom nisto q te sera mostrado E sam clemente fez o que a voz disse . E foy se aa porta do mestre salla . e sayo veronica polla porta fora . e achou hi


Guardar XMLDownload text