Corpus de Textos Antigos

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

M1008T1008

História de mui nobre Vespasiano

TitleHistória de mui nobre Vespasiano
AutorDesconhecido
EdiçãoMaria Inês Almeida
Tradução/RedacçãoTradução do castelhano. O poema em francês do séc.XII Vengeance de Nostre-Seigneur ou Histoire de la destruction de Jerusalem está na origem de prosificações levadas a cabo nos sécs. XIV e XV e que forneceram o arquétipo para as traduções ibéricas deste texto.
Data da Tradução/Redacção1496 (antes de)
TestemunhoLisboa, Valentim Fernandes, [1496?]. Biblioteca Nacional de Portugal, Inc. 571
Data do Testemunho1496
BITAGAPManid 1008, cnum 1008, Texid 1008
GéneroNovelística

O script do Java parece estar desligado, ou então houve um erro de comunicação. Ligue o script do Java para mais opções de representação.

índice   18v < Página 19r > 19v

tam fortemẽte seu araial que nehuũ homẽ podia sair nẽ entrar. E quãdo pilatus vio q a çidad era assy çercada foy muyto triste e esmajado e el rey archile oulhou pa elle e disse lhe. Porq desmajaees ajaes medo nẽ temor do empador nẽ da sua gẽte q nos somos aquy grãde gente e boa caualerya q asaz lhe darem q fazer. Armemos nos com todos. e vamo los cometer e mostremus tantas armas pa q se elles arrepẽdam porq qua vierom. porq o emperador nẽ as suas gentes podem aquy estar muyto que por mingoa d’augoa lhes cõuem q moiram de sede: e se tornarõ pa sua terra. q nos teemus boa çidad e forte e bẽ guarneçida d’armas: e d’outras cousas. e elles debalde se trabalharõ. E quãdo pilato ouuio o cõselho de archileus foy muyto alegre e fez dar pregam p toda a çidade: q todos se armassem de pee e de cauallo. E logo foy feyto e vierõ diante do paaço de pilat E pilato e el Rey archileus toda a gente forom se aas portas da çidade de fora pa que dessem na hoste do empador. mas a hoste do emperador estaua tam açerqua dos muros q podia nehuũ sayr . E des q virõ que podiã sair: ouuerõ por seu acordo que se armassem todos. e que sobissem pedras por çima do muro q era muy grãde derrador de jherusalẽ . E erã bem aquelles que sobiã as pedras per o muro doze mill homeẽs. E pilatus e el rey archileus com dez caualleyros . se sobirõ no muro ambos de dous sem ar

Guardar XMLDownload text