Corpus de Textos Antigos

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

M5602T12967

Vida e Milagres de Santa Senhorinha de Basto (E)

TitleVida e Milagres de Santa Senhorinha de Basto (E)
AutorDesconhecido
EdiçãoMarta Cruz
Tradução/RedacçãoEscrito originalmente em português
Data da Tradução/Redacção1248 - 1284
TestemunhoBiblioteca Pública de Évora, CIII / 1-22, copiado por Torcato Peixoto de Azevedo (autógrafo), ff. 286r-305v
Data do Testemunho1692-1705 (datado 14-02-1692)
BITAGAPManid 5602, cunum 29493, Texid 12967
GéneroHagiografia

O script do Java parece estar desligado, ou então houve um erro de comunicação. Ligue o script do Java para mais opções de representação.

índice   297r < Página 297v > 298r

cta virgem, que ia reina Deos Padre pera onde [] pasoupera onde […] pasou: possível lacuna semântica. Talvez falte um clítico se, associado ao verbo em próclise ou ênclise. em idade de sincoenta, e oito annos no anno de mil e vintemil e vinte: na margem de goteira, da mesma mão, está escrito de idade de 58 annos anno de 1020. aonde nunqua queda de rogar pollos seus amigos, e seruidores, q ella polla sua vondade, e merce, queirãoqueirão: erro por queira. rogar a Deos por nos, e por todos aquelles, que em ella ham fiuza, e esperanca; ou estão em algũa cuita, ou tribulacão, ou preça, q lhes acorra e nos queira aredar dos contrarios da alma, e do corpo, e acresentar no bem, e mingar no mal, em giza q sejamos merecedores de hir ao reyno do Ceo aonde viuesviues: a mudança para a 2ª pessoa do singular nesta forma verbal e no pronome possessivo seguinte pode explicar-se por uma mudança no discurso, agora dirigido à santa em forma de oração. com Deos Padre, Jesus Christo teu Espozo as outras sanctas virgẽs pera sempre amem. De algũs Milagres q esta sancta virgem fes despois de Morta.

Despois que uos contei algũs dos Milagres q esta sancta fes em sua vida, e outrosi, da sua vida qual foi em este mundo, ora vos contarei algũs q fes despois de sua morte : segundo me disserõ aquelles, q os uirão: pero que em nenhũa giza os poderia contar todos, os que Deos por ella fes, e fas; Digo uos, que hera hum Judeu, que vinha de Çamora a esta terra, pera vender Mercadorias, q tragia ao collo, e chegou ali hu esta sancta jas, e pos sua Mercadoria dependurada em sima de hum pao, q chantou na parede, e deshi sobio no moimento de sancta Senhorinha, e pero lhe todos dezião, q se decesse, non queria; e logo aquella hora o tomou o Demo por tal giza, q cuidauão todos, que hera morto, pero a cabo de peca fallou o Judeu, e disse a grandes uozes, q grande he a dos Cristãos, e quã grande he o seu poder, que tambem reyna nos Ceos, como em a terra; e dezia ainda assi; eis esta sancta jas soterrada, e reyna, e fas o q quer an

Guardar XMLDownload text