Corpus de Textos Antigos

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

M5602T12967

Vida e Milagres de Santa Senhorinha de Basto (E)

TitleVida e Milagres de Santa Senhorinha de Basto (E)
AutorDesconhecido
EdiçãoMarta Cruz
Tradução/RedacçãoEscrito originalmente em português
Data da Tradução/Redacção1248 - 1284
TestemunhoBiblioteca Pública de Évora, CIII / 1-22, copiado por Torcato Peixoto de Azevedo (autógrafo), ff. 286r-305v
Data do Testemunho1692-1705 (datado 14-02-1692)
BITAGAPManid 5602, cunum 29493, Texid 12967
GéneroHagiografia

O script do Java parece estar desligado, ou então houve um erro de comunicação. Ligue o script do Java para mais opções de representação.

índice   Prefácio < Chapter Vida > Milagre da água e do vinho

Primeiramente uos digo, q esta virgem foi logo de sua nascença sancta, e sempre se chegou aos bõs Costumes e a de Jesus Christo, e em elles acabou seu tempo viuendo sempre, em sanctidade, e arredando sse de todo peccado, atormentando seu corpo por muitos Jeiũũs e marteiros . a qual foi filha de hum Conde, q auinomauinom: erro por auia nome. Auulfo, o qual, e esso medes sua molher, erão de muy nobre linhagem, e Christãos muy verdadeiros, e logo como esta sancta nasceo, a fizerão Baptizar, e confirmar na fe de Jesus Christo, pellos sacramentos da sancta Jgreja; e a virgem bem auenturada logo de piquena, comesou de tomar bõas manhas, e bõs costumes, e e crenca verdadeira pera auer de seruir, e prazer a Deos, e affeitou sempre o seu corpo de bõs costumes; e a Deos queria guardar castidade, e não ençugar seu corpo por homem, nem por outro peccado.

A cabo de pouco despois q ella nasceo, morreo sua madre, e sendo o dito Conde seu padre desta virgem triste polla morte de sua molher, mandou por sua filha, q hera dada a criar, que lha trouxessem pera auer de tomar com ella algum sollaz pollo nojo em q estaua, por razomrazom: r minúsculo inicial com uma figura composta por quatro traços a dois tempos. da morte de sua molher; prezentando lha sua Ama q a criaua, e tendo a nos braços, disse entom seu padre suspirando, e chorando, como homem, q estaua muy triste, e chamou a sua filha Senhorinha, o qual nome elle entendia, pois a moça hera muy piquena, q tal lhe pertencia . ca Senhorinha quer dizer senhora muy piquena, e disse ainda o dito seu padre chorando : filha a Jesus Christo te offereço, e a elle te emcomendo; elle enderesse as tuas carreiras ante a sua face, e logo disse outrosi a sua ama da moça; vai te Deos, e toma cuidado de criar esta moça, e mayor deligencia que puderes, a guarda, e a cria bem.

A qual como foi bem criada, como compria, foi a moça leuada àà: grafema parece corrigido sobre ẽ. caza de seu padre, a qual logo o padre deu a hũa Dona relegioza, e de bõa vida, que auia nome Godina, e emcomendou lhe, q a criasse, e ensinasse bem, a qual Dona recebeo a moça de bõa mente, e em nome de filha speritual a tomou, e a dotou, e porque a Escritura diz, que com os bõs anda o bom, e que os maos anda o mao, e dis, que a boa Dona como molher sancta, e de boa vida, e de sotil ingenho, q non quedaua de dizer muito ameude a esta sancta virgem, ca Castidade, e a vergindade do corpo, que he hũa couza muy fermoza, e sancta, e sacrificio de que se Deos muito pagaua; e que o corpo virgem e Casto daua a Deos a alma sem magoa; e dezia lhe ainda mais esta Dona Godina, que o parto, e o emprenhar enche o mundo, e a Castidade enche o paraizo; e a Castidade ha por parceiros os Anjos, e o parir, e o emprenhar filhos he com trabalho, e com dor, e com tristeza; e que a boa fermozura toma por Espozo o rey dos Anjos; o qual lhe aparelha o Tambo no reyno dodo: erro por dos. Ceos, e gloria da virgindade ajunta muitos Jrmãos em os Ceos, Jesus Christo . as Arras, e o amor do qual senhor depois que hũa ues tangerem a mão, ou o coracão de algũa virgem, logo alimpa o amor deste mundo, de giza, q logo todo esquece; E dizia lhe ainda, que tal Espozo como este, não auia semilhauel em todo o mundo, nem se poderia outro tal achar; e por tal Espozo como este todo aquel, que nascia por el padesser preça, ou cuita, ou tribulação, em os Ceos auera Bodas de gloria perdurauel, e q este Espozo hera criador dos Anjos, e senhor dos Ceos.

Aquestas palauras sobreditas desia ameude a bõa DonaDona: primeiras três letras corrigidas sobre algo ou repassadas. a esta sancta virgem; com as quaes palauraspalauras: p corrigido sobre fa, não tendo sido cancelada a haste de f. afagou o Coracão da dita moça em tal giza, q ella comessou logo d’asender em amor de Deos o seu Coracão, e daua muy grandes sospiros, e chorando dezia assi tornando sse a Deos . A DeosA Deos: provável erro. senhor muito alto criador de todalas couzas, ora se prouesse senhor de receberes cantares desta muy pobre peccadora, no canto, e companhia de tuas seruas, e que Eu merecesse de amar a ti , e a ti temer, e a ti seruir, e a ti aplazer, e a ti demandar, e buscar todalas couzas q son do teu louuor, e da tua gloria, e da tua vertude, e da tua vontade, que a minha alma podem prestar, e os meus peccados danar . ainda se tornaua pera Deos, e dezia : ó senhor q tu sabes as couzas escondidas no Coracão ! a ti senhor, nunqua praz o Coracão infingido, mas humildozo, e quebrantado, rogo te senhor, que queiras ouuir os meus rogos . ca tu senhor sabes o meu dezejo, e senhor olha pella tua serua, e quelloe quello: provável erro por e aquello. senhor q tu della quizeres fazer em mizericordia, senhor o faze . a sancta moça pensando, e dizendo todas estas couzas escondia todo o seu talentotalento: provável erro por talante. e a sua vontade aos homẽs, ca ella não dezejaua outra couza senão seruir ao senhor Deos, e dezia assi : amercea te de mim Deos, amercea te de mim, ca en ti concidera minha alma.

Esta vida pensaua, e dezejaua esta sancta virgem athe que veo a sete annos, e despois q foi de sete annos, não querendo, q esta sancta pedra precioza fossefosse: f parece corrigido sobre outra letra. encuradaencurada: provável erro. da luxuria do Diabo, aconteceo, q a demandou hum Mancebo muy loucão, e filho de hum Conde Muy rico, q vinha de linhagem de reys, rogando lhe, que quizesse com elle cazar; e ella em nenhũa giza queria ouuir taes couzas, pero sentindo sse delle enfadada, disse esta virgem sancta estas palauras : mancebo bom, non me enganes, vai te buscar outra molher tal, como ti; a qual tu possas affagar com teus prometimentos; sei serto, q não tẽẽs a sorte em mim, nem tẽẽs parte na caza de meu Padre.

Das quaes couzas, e palauras o dito Mancebo ficou muito emvergonhado, e muy sanhudo, e o contou a seu Padre da virgem, as palauras, e o recado, q na bem auenturada achara; e logo o dito seu Padre da virgem chegou onde ella estaua, e falou lhe por esta giza : filha; porque não cazas com tão nobre moço, como este moço he, mostrando lhe o signal da Crus a virgem bem aventurada, disse a seu Padre; Padre; q he esto, que me falas ! Padre boo não me escolheste tu muy Espozo, e senhor ! e não mi offereceste tu a Deos ! dizendo ella estas couzas pos os olhos em terra, e começou a chorar . o Padre se nembrou então das palauras, q dissera en ante, quando dissera filha a Jesus Christo te offereço, e di en diante o Padre non lhe ouzou mais d’ementald’emental: erro por d’ementar. tal couza.

Jazendo o Padre de sancta Senhorinha aquella noite cuidando, que queria Deos fazer de tão piquena moça, como aquella, e cuidando elle esto, deu lhe o sono com enfadamento, apareceo lhe o Anjo de Deos, que lhe disse o Conde de bõa . non queiras ser toruado, nẽ tomes tuas noites sem sono pellas couzas, que a tua filha a Deos prometeo, ao qual a tu offereceste . ca o dito senhor lhe tem apostado o Tambo, e as vodas no Ceo onde auera gloria pera sempre . ca o voto que tu a Deos prometeste, e a tua filha, ia em nenhũa giza se pode refrear, nem reuogar; e tu sei serto, q este voto não prometeste aos homẽs mais a Deos; E por em este voto não ajas por priuado, mais por firme, e solenne, ou non entendiste o q o sperito sancto diz por Dauid Propheta, fazedes votos a Deos, pagade os logo; E por em não queiras demandar fruto a tua filha, fruto de morte, e de tristeza, mais fruto de prazer, e de alegria . ca ella Espozo non mortal catou, e Espozo non mortal escolheo pera si; e ella parirá fruto de vida non mortal; e digo te, que lhe ajas cuidado, da vida temporal, e lhe des mantimento . ca Deos lhe prouerá do Mantimento speritual; e a bencão a tua filha, pois entrar quer no caminho de Deos, pera tu despois Mereceres de ser bento della; ca tu filho es do muy alto Emperador, do qual a tua filha mereceo ser chamada filha Espoza.

Logo bem cedo pela manhã o Padre foi ali aonde estaua a filha, o qual a virgem bem auenturada reçebeo com grande alegria; porq auia receyo do Padre encorrer na sua ira, porquanto seu tallante hera guardar a Deos, o q lhe prometera, e non cazar, assim como lhe o Padre conselhaua; e ella abraçou o entom, e disse lhe Padre boo por ueestepor/ueeste: erro por por/que ueeste. É um erro por omissão de uma sílaba provavelmente motivado pela mudança de linha. aco tão cedo ! e elle porq hera amoestado ja do Anjo, e alegre do prometimento, e bençon da filha, com cara mais alegre, e Coracão de bõa vontade, disse : filha eu vim aco, pera te aparelhar as couzas, que te son necessarias, pois queres entrar em caminho de Deos . logo tanto, que seu Padre disse estas palauras, ella se lançou ante os seus pés, e disse Jesus Christo rey muy poderozo grandes graças te dou, q tu como senhor mizericordiozo, e piadozo, ouues os rogos, e os gemidos daquelles, que a ti bradão . o Padre alçou então a filha do chão; e benze a, e disse : ó Jesus Christo senhor rey da gloria perdurauel, q sobre os teus Appostollos enuiaste o sperito sancto, enuia senhor a tua graça sobre esta moça, q ella toda a sua boca, e coracão, e vontade te confesse, e te ame, e te dezeie, e te abraçe, e te cobiçe, com alegre [], e vontade com alegre […], e vontade: lacuna semântica onde parece faltar um substantivo caracterizado pelo adjectivo alegre; ou erro por com alegria e vontade. taa o dia do Juizo, em tal giza, q ella meresca de te receber com as outras virgẽs no Ceo sanctas, e ella sua lampada bem clara te possa ouuiarouuiar: o parece estar corrigido sobre o grafema a. e receber; enton responderão todos os q hi estauão amem assi seja.

Despos desto o Padre, e a filha, e todos os q hi estauão foran se a Jgreja, e a sancta Dona q criaua esta virgem pos hum veo sobre o Altar, qual o as Donas hão de trager, e esta virgem bem auenturada, o tomou logo com sua mão, e en signal de virgindade pose o logo na cabeça, tendo os giolhos postos en terra, e todos chorando; e ella com grande alegria louuarão Deos viuente pera sempre, o qual sabedoria aos piquenos, e fortaleza, e coracão firme ao linhagem das molheres, q he muy fraco.

Estas couzas assi feitas seu Padre desta virgem sendo alegre da vizão do Anjo, q elle ante falara; fes seu concelho, que terras, ou que lugares leixaria a sua filha onde ouuesse mantimento emquanto em este mundo uiuesse, e onde fosse folgar, e leixou lhe tres Jgrejas de que ouuesse o tal mantimento; e dezia ainda o dito seu Padre, se sese: s longo inicial pode confundir-se com o grafema t por ter um traço provavelmente acidental na sua haste superior. passar de hũa Jgreja pera outra de tempo em tempo, a moça podera milhor perseuerar em este propoimento, q ia começou, e acabara en elle, ca estando sempre em lugar, pudera a moça tomar fastidio, e enfadamento, e leixar muy aginha a ordem, e fazer de si al, o q ia aconteceo a outras molheres; e dizia ainda, que o fazia porq as molheres, são de fraco entendimento, e leue, e he couza, q ha o coracão ligeiro de mouer; e assi temia muito o Padre, que o prepozito de sua filha fosse magoado por algum escandallo.

E logo a Dona Godina, que a dita moça criaua recebeo as ditas Jgrejas em nome desta sancta, e pos em ellas recebedores, os quaes lhe menistrauão as couzas, q lhe herão necessarias, das quaes Jgrejas as duas esta sancta avondou, e afromozentou muitas vertudes, e a terceira ouue por entejoza, e nojoza, pello caminho que hera mao, e outrosi, por hum rio, q he muy impetuozo, e corre muy rijo; e demais, porq morrião em elle muitas gentes, e por esto non curaua da terceira Jgreja, nem hia folgar a ella, assi como às outras . Despos desto esta virgem acabou oito annos os quaes acabados tomou o abito da relegião da ordem de são Bento e aos lbiijº annos se passou deste mundo pera a gloria do paraizo, pero de quanto bem fes e prefeicõ, e como foi sua vida, eu direi despois indo por sua historia desta giza.

Vendo Dona Godina sua ama desta sancta, q os rogos, que ella fizera a Deos pella vergindade, E bem desta sancta, q os ouuira bem disse a Deos: e disse, bem auenturado es tu Deos senhor, e Criador dos Ceos, e da terra, q tu olhas os Coracões dos homildozos, e recebes os seus rogos, e non os descobres, e tu senhor semeas as sementes da tua piedade; tambem nos corpos grandes como nos piquenos, pera tu senhor receberes dobrado o fruito da vontadevontade: a haste superior e o traço perpendicular de t foram aumentados, talvez de forma a tornar a figura da letra mais visível acima de um pequeno borrão de tinta sobre o corpo do grafema. da virgem, como quer senhor, q a ti apraz muito da virgindade, quando he iunta humildade verdadeira . Por em te rogo, e pesso senhor, q queiras olhar por esta tua virgem, a qual senhor, ia de sua nascenca, a ti he offerecida; e enuia senhor sobre ella, o seperito sancto da tua graça, q a guarde e empare, pera tu senhor folgares em ella, e receberes fruito da sua Charidade, e obediencia; E daqui en dientediente: provável variante linguística por dissimilação de diante, dado que esta forma volta a ocorrer no f.298r. a comesou a boa Dona de ensinar sua Criada em publico, e não as escondidas, e dar lhe bõs ensinos, e castigos, e os mandamentos da sua regra, e outrosi os mandamentos de Deos, e ensinou lhe liuros de ditos de sancto Ambrozio, e doutros sanctos, e outros liuros, q a Jgreja ha de seu costume, e q pertenciapertencia: erro. Falta uma marca que assinale a nasalidade da vogal final da forma verbal que deve concordar com o sujeito plural os liuros. a sua ordem, por onde esta sua Criada podesse milhor entender as escrituras sanctas . os quaes liuros ella aprendeo em espaço de hum anno, o q hera gran marauilha, e os soube todos de cor, e outrosi a regra de são Bento de cuja ordem ella hera, toda a leo, e soube de cor, e entendia muy bem, e desto se nom deue nenhũ de marauilhar, ca o sperito de Deos onde lhe praz, e como lhe praz, ali aspira, e faz sua obra; E ainda dezia mais esta boa Dona a esta sua Criada . Filha minha muito amada, deues de saber, q esta regra de são Bento he nossa madre; e no começo he muy aspera, e estreita, e no fim he muy leda e sabroza; e digo te, q todo aquel que por ella andar fielmente, e sem magoa (contanto, q aja en si obediencia) . irá ao monte e morada de Deos, e digo te, q a vertude, e o bem da obediencia he tal, que os Ceos traspaça, e leua o homem a gloria do paraizo . a qual gloria perdeo o nosso primeiro Padre Adam pella inobediencia, quando foi contra a vontade de Deos, e qualquer fiel Christão, q obediencia de Coracão aja consigo non pode ser enganado do Diabo . Dizendo sua Ama estas couzas, esta sancta virgem a escuitaua muito bem, e tudo asentaua na Arca do seu Coracão marauilhozamente.

Aconteceo hũa ora em esta sancta, que sa Ama foi a Jgreja per fazer sua oracão, e tardando aló hum pouco, esta sancta achou o Celicio, q sua Ama soya a trager vestido, o qual ella tomou e vestio ao caronao caron: erro por a caron. do seu Corpo cobrindo o da outra roupa, e tanto q o vestio, como quer, q hera muito asparo, ca hera feito de lan de Cabras; pareceo lhe, que hera a couza mais doce, q nunqua vestira, nem mais deleitoza, e dezeiou logo a trager o dito Celicio, e parecendo lhe, q o deixando sa ama, ou auendo outro tal, que non trageria outra roupa em dia da sua vida; pero tornando sse sua ama da Jgreja achou sua criada estarestar: primeira sílaba foi corrigida sobre algo ilegível. no soar da porta mais alegre, q sohia, e falando lhe esta sancta virgem, lhe lancou os braços no Collo, e disse, Madre amiga muito amada, rogo te, e pesso te, que aquello que te hoje Eu pedir, q mo non neges, e ainda o meu dezejo, e com bóa vontade aCaba aquello, que em mim comesaste; sua ama bem auenturada confiando da peticão da virgem, q seria boa, ca bem emtendia, que hera quite de peccado, disse, demanda o q quizeres filha, ca eu to não negarei nenhũa couza: enton a virgem bem aventurada abrio o seo, e disse, o senhor me vestio hũa vestidura muy clara, e branca e sengio me hũa Cinta de ouro, e pos a sua mão sobre mim, e me recebeo por Espoza pello seu anel, o seu Jugo manço, e a sua mão he pera o meu Collo, e a sua carrega leue, he pera mim o seu gosto mais doçe he em mim, q o Mel, e rogo te, q esta vestidura me non tomes, nem ma tires pera eu auer de merecer de uer o saluador meu Jesus Christo, quando vier em dia do Juizo.

Quando sua ama desta virgem, vio estas couzas, pos os Giolhos em terra, e disse : ó Deos senhor confirma aquesto, q obraste em nós, ca tu senhor sabes, q somos feitos de fraca Maça, e tu senhor ajuda as nossas infermidades, e a bem aventurada Dona Senhorinha, querendo segir o talanto de sua ama, e arder mais en seruiço de Deos . rogou lhe, que a leixasse Jeiũar todas as quartas feiras, e as sestas feiras em pão, e en agoa . vendo a dita sua ama, como a moça hera de muy piquena idade, e conciderando, q o Jeiũ hera grande pera ella, outorgou lhe, q a ssesta feira Jeiũasse, e este uso teue esta sancta atá, q ouue doze annos, ca porq hera de pequena idade, non queria a dita sua ama, e sua Cuuilheira, e Madre speritual, q mais Jeiũasse.

Ainda mais fazia esta sancta, rogaua, q lhe lessem ameude as vidas dos sanctos, e das sanctas, as quaes fazia ler perante si por lingoagem, pellas quaes escrituras ella vio, e entendeo, quantos marteiros os Martires por Jesus Christo padecerão, e como vençerão o Diabo, e daua grandes sospiros, e dezia, pera q ouço eu as paxões e victorias dos Martires de Jesus Christo, como vencerão os Diabos, q son inemigos de Deos por seus Marteiros; e daua grandes graças a Deos, pois Eu assim faço como elles . pensando ella esto a sua ama lhe preguntou dizendo : grande tempo ha, que te uejo andar cuidadoza, e triste, e não sei que; entõ lhe respondeo esta virgem, e disse; Madre senhora Eu não cuido nenhũa couza deste mundo, mas quando eu ouço estas escrituras, os marteiros, q receberão os sanctos Martires pello amor de Jesus Christo, e não acho em mim nenhũa couza destas : entendo, e temo muito, q será de mim peccadora, ca non sei por q giza eu peccadora possa ser iunta à companhia dos sanctos Martires.

Vendo esto sua ama, e Couelheira abraçou a enton e começou de a confortar, e dizer estas palauras; filha leixa a Deos os teus cuidados, e elle te liurará dos cuidados, e tribulacões deste mundo, ca non tão solamente os sanctos martires forão ao reyno do Ceo pello sangue, q espargerom por Jesus Christo; nem as sanctas outras som por ello coroadas nos Ceos, mas ainda pello Coracõ, q ouuerão humildozo, e contribulado; ca este he o sacrificio, e hostia, e oferta, q Deos quer do peccador; comuẽ a saber, Coracõ quebrantado nos peccados, e humildozo pera Deos . ca muitas virgẽs, e muitos Confessores, e muitos Monges, e HerimitasHerimitas: o copista parece ter escrito primeiro Heremitas e só depois corrigido o segundo e para i. viuerão nas Crastas, e hermidas, os quaes nunca espargerão sangue por Deos; pero segundo seus feitos a Deos praz das suas vidas, e forão por em ao paraizo . ora minha filha ouue o meu conselho, e sejas toruada em teus feitos, nem en teus Cuidados, pero q elles bõs, ca te digo, q muitas lides, e contendas as de auer com o inemigo, ca sei serta, q o homem ha tres Jnemigos, com os quaes nunca queda de pelejar assim de dia, como de noite . he o primeiro Jnemigo este mundo . O segundo he o Diabo . o terceiro he a propria carne do homem, que como quer que seja mais vezinha, e chegada, ella he mais graue, e ainda mais o primeiro Jnemigo, assim como o mundo peleja com homem mostrando lhe riquezas, e couzas deleitozas, e Thezouros, e ornamentos desuairados, e vestiduras claras, e preciozas . o segundo Jnimigo conuem a saber o Diabo, peleja com homem metendo lhe em talante, que leixe o seu Deos, e adore os Jdollos, q surdos, e mudos; os quaes podem aproueitar a ssi, nem a outrem . o terceiro Jnemigo conuem a saber a Carne q he mais chegada da peleja com o homem; e faz lhe tomar, e Comer das couzas defezas, e leixar as q saude da sua alma, segundo diz o Apostollo são Paulo, a Carne cobiça contra o sperito, e o sperito cobiça aquellas couzas, q contra a Carne; E assim quando tomares astença algũa de comer, ou beber, sei serta, q logo te a Carne cobiçará o contrario; conuem a saber Manjares desuairados, de Carnes, e de pescados, e boas salças bem agudas pera ello, e outrosi logo a Carne dezeja bõs vinhos; e ainda por ventura se tu quizeres alçar te de noite pera rezar, ou fazer seruiço a Deos, logo te a Carne dira, sabes, q Deos fes as noites pera en ellas folgar todo o homẽ, e o dia pera trabalhar em elle, pois folga, e dorme; E demais ainda se por ventura, te alcares de noite e quizeres rezar estando em Giolhos, logo te a Carne dirá sandia asenta te, e farás a Deos oracão sendo come estando, e por em senta te, e folga e tomes tanto trabalho; e ainda diz a Carne, se tu quizeres vigiar, logo perderás a vista, e o Corpo; e por esta giza a Carne, que deuia ser serua, ella he senhora; ca o sperito deuia de mandar a Carne, e a Carne o sperito.

Estas couzas respondeo a bem auenturada sancta Senhorinha, e disse Madre senhora, pois daqui adiante serua a Manceba do começo a sa senhora, em tal giza, q despois que viervier: há um borrão de tinta entre as duas sílabas. Parece ter sido cancelada uma letra, talvez y. a idade, e a Mancebia, q a Carne queira ensoberuecer; e se Eu a esta minha Carne dér pouco de beber, e de comer E lhe der muitos azoutes, eu sei bem, q estará ella bem sogeita a sua senhora, e nunqua ensoberuecerá contra ella, e daqui adiante Agar sirua sua senhora e Jsmael sirua a Jsac senhor seu.

Aquel dia comesou esta virgem de tomar astença mayor por esta giza, todalas quartas feiras, e sestas feiras jeiũaua a pão e agoa, e toda a quaresma afora tres dias da Doma, em que comia senão muy pouco, e azoutaua quada dia sua Carne propria, e tamanho espaço, q bem podia homẽ rezar os sete salmos; em outros dias do anno, comia Carne, nem bebia vinho . dali em diante em sua vida em todolos dias non comia mais de hũa uez, afora os Domingos por honra da resurreicão de Jesus Christo, e por esta Giza vzou atá q ouue quinze annos; em a qual idade uos mostrara logo todo o homẽ seu talante, e aquello, q de si fezerfezer: erro por fazer. quer, entõ esta sancta virgem tendo todalas couzas por nemigalha, e quanto ainda fezera por nimigalha, non quis escolher nono: provável erro por o. mao Caminho, mas ; ca sede sertos, q daqui adiante, ainda tomou vida mais aspera, e de mor astença, e curando de quanto passara ja por amor de Deos, ainda folgaua por tomar mayor trabalho, e despender os dias de sua vida em seruiço de Deos.

Estas couzas suzo ditas, embargante a sancta virgem, ainda entendia, q a Carne hera ainda bem mança, e obediente, mas q ainda lhe compria de pelejar nouamente ella, assim como a Besta fera, q he d’amançar, e comesou de pelejar cõsigo mesma, e singeo bem seus lombos de fortaleza e os seus bracos afortalizou de mizericordia de Deos, e entõ bradou a Deos, e disse : senhor me uenha de soberba, e a mão do peccador me moua, daqui en diante comesou de fazer vida mais apertada assim por jeiũũs, como por oracões, e astenças de comer, e beber . ca propos em seu talante, jamais em sua vida non dar a sua Carne, de comer nem de beber, senõ pão, e agoa; e o pão amassado pouca agoa, e sinza, e sal . assi que a terca parte fosse de farinha, e a outra terça de sal, e a outra Terca de sinza; e desto comia mais, q hũa uez no dia afora os Domingos . azoutaua demais seu corpo de boa vontade suas mãos, e como quer que ella tinha as mãos muito piadozas, pera dar Esmollas aos pobres, assi as tinha muy prestes pera azoutar seu corpo ellas por amor de Deos, o q estranho Marteiro foifoi: há um borrão de tinta sobre a palavra que dificulta a leitura. desta senhora virgem, ca ella mesma s’azoutaua de giza, q as costas, e corpo todo, e terra aonde estaua, enchia de sangue, e outrosi o Celicio, q tragia vestido, e a terra bebeo muito do seu sangue, o qual ella de grado espargia por amor de Deos os seus giolhos tanto os tinha fincados na terra quando fazia oracão, q ia tinha os Callos em elles; e tantas punhadas, e feridas daua em seu rosto, q auia conto; e este marteiro fazia muy ameude em seu corpo . o qual corpo padeceo assi mor marteiro, q atender hũa hora morte por Jesus Christo, assi como os martires, q delles forão degollados, queimados, e delles Enforcados, e delles arrastados, e espedaçados, eso medes outras sanctas virgẽs . digo uos, que mayor foi e peyor de sofrer o marteiro, q esta sancta muitas uezes fes em seu corpo, o qual corpo por em mereceo de ser Altar de q Deos recebeo muitos, e bos sacrificios, e por esta giza venceo esta sancta este mundo; e o Diabo, e a garganta del calcou seu de giza, q a sua Carne, nem Diabo Jamais nunqua a tentarão; e assim esta virgem alimpou o seu sperito, q en el non ficou nenhũa raiz de mal, nem de peccado; e fes em elle hũa vinha, q daua rozas, as quaes rendião a Deos odor, e cheiro, e sacrificio sancto de que se elle muito pagaua; E digo te, que esta virgem assi alimpou sua vinha, q uós achariades em ella nenhũa herua . vendo esto o Diabo choraua, e hera muy triste, porquanto da sua semente podia semear em esta vinha de Deos, nem atendia, q nunqua iamais em ella a podesse semear.

Guardar XMLDownload text