Corpus de Textos Antigos

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

M5602T12967

Vida e Milagres de Santa Senhorinha de Basto (E)

TitleVida e Milagres de Santa Senhorinha de Basto (E)
AutorDesconhecido
EdiçãoMarta Cruz
Tradução/RedacçãoEscrito originalmente em português
Data da Tradução/Redacção1248 - 1284
TestemunhoBiblioteca Pública de Évora, CIII / 1-22, copiado por Torcato Peixoto de Azevedo (autógrafo), ff. 286r-305v
Data do Testemunho1692-1705 (datado 14-02-1692)
BITAGAPManid 5602, cunum 29493, Texid 12967
GéneroHagiografia

O script do Java parece estar desligado, ou então houve um erro de comunicação. Ligue o script do Java para mais opções de representação.

índice   299v < Página 300r > 300v

ante o Moimento desta sancta, fazendo lhe muitas Esmollas, e ofertas q a quizesse alumiar de seu parto . ella acabando sua oracão sentio ao ventre fazer grã roydo, ca nenhũ sabia o q ella tragia, e disse o a suas vezinhas, as quaes cuidando que hera parto fizerão na tornar a sua pouzada, e ella chegando allo, lancou do ventre hũa grande Cobra, do que todos ficarão espantados; e querendo a Cobra fugir a matarão, e louuarão muito Deos, e esta sancta sua; e logo a dita molher leuou grandes ofertas ao corpo desta sancta dando lhe muitas graças, pello perigo grande de q a liurara. Milagre da Madre, e da filha

Da villa de Guimarães vierão duas molheres ao Moimento desta sancta, madre, e filha, pera fazerem sua oracão, mas a sua peticão, e talante, hera devairada, ca a Madre porq hera muy coitada em parir muitas vezes, pedia a esta sancta q nom parisse mais, e a filha porq podia auer filhos, pedia a esta sancta, q lhos desse; E feita sua oracão tornarão sse pera sua pouzada, e pella giza q o pedirão assim lho outorgou Deos, a rogo desta sancta . ca a Madre nunqua iamais emprenhou, e a filha concebeo logo de seu marido, e deshi en diante a Madre, e a filha com prazer deste milagre derõ graças a Deos, e a esta sancta. Milagre do q furtou os Dinheiros do ouro.

Outrosi nos disserão homẽs de bóa fama, q uirõ, q Homem muy poderozo chegou á Jgreja desta sancta, o qual mãdou fazer hum banho a porta da Jgreja, e entrando no banho leixou sua roupa fora, e hũa sinta dependurada, hũa esmolheira em que andauão dinheiros de ouro, e moço chegando sse ao banho por seruir ao dito homẽ, vio a dita bulça, e furtou os dinheiros do ouro, e mete’os no seyo, e foi sse e o homem despois, q sahio do banho, q achou os di

Guardar XMLDownload text