Corpus de Textos Antigos

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

M5602T12967

Vida e Milagres de Santa Senhorinha de Basto (E)

TitleVida e Milagres de Santa Senhorinha de Basto (E)
AutorDesconhecido
EdiçãoMarta Cruz
Tradução/RedacçãoEscrito originalmente em português
Data da Tradução/Redacção1248 - 1284
TestemunhoBiblioteca Pública de Évora, CIII / 1-22, copiado por Torcato Peixoto de Azevedo (autógrafo), ff. 286r-305v
Data do Testemunho1692-1705 (datado 14-02-1692)
BITAGAPManid 5602, cunum 29493, Texid 12967
GéneroHagiografia

O script do Java parece estar desligado, ou então houve um erro de comunicação. Ligue o script do Java para mais opções de representação.

índice   287v < Página 288r > 288v

nhor, nunqua praz o Coracão infingido, mas humildozo, e quebrantado, rogo te senhor, que queiras ouuir os meus rogos . ca tu senhor sabes o meu dezejo, e senhor olha pella tua serua, e quelloe quello: provável erro por e aquello. senhor q tu della quizeres fazer em mizericordia, senhor o faze . a sancta moça pensando, e dizendo todas estas couzas escondia todo o seu talentotalento: provável erro por talante. e a sua vontade aos homẽs, ca ella não dezejaua outra couza senão seruir ao senhor Deos, e dezia assi : amercea te de mim Deos, amercea te de mim, ca en ti concidera minha alma.

Esta vida pensaua, e dezejaua esta sancta virgem athe que veo a sete annos, e despois q foi de sete annos, não querendo, q esta sancta pedra precioza fossefosse: f parece corrigido sobre outra letra. encuradaencurada: provável erro. da luxuria do Diabo, aconteceo, q a demandou hum Mancebo muy loucão, e filho de hum Conde Muy rico, q vinha de linhagem de reys, rogando lhe, que quizesse com elle cazar; e ella em nenhũa giza queria ouuir taes couzas, pero sentindo sse delle enfadada, disse esta virgem sancta estas palauras : mancebo bom, non me enganes, vai te buscar outra molher tal, como ti; a qual tu possas affagar com teus prometimentos; sei serto, q não tẽẽs a sorte em mim, nem tẽẽs parte na caza de meu Padre.

Das quaes couzas, e palauras o dito Mancebo ficou muito emvergonhado, e muy sanhudo, e o contou a seu Padre da virgem, as palauras, e o recado, q na bem auenturada achara; e logo o dito seu Padre da virgem chegou onde ella estaua, e falou lhe por esta giza : filha; porque não cazas com tão nobre moço, como este moço he, mostrando lhe o signal da Crus a virgem bem aventurada, disse a seu Padre; Padre; q he esto, que me falas ! Padre boo não me escolheste tu muy Espozo, e senhor ! e não mi offereceste tu a Deos ! dizendo ella estas couzas pos os olhos em terra, e começou a chorar . o Padre se nembrou então das palauras, q dissera en ante, quando dissera filha a

Guardar XMLDownload text