Corpus de Textos Antigos

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

M5602T12967

Vida e Milagres de Santa Senhorinha de Basto (E)

TitleVida e Milagres de Santa Senhorinha de Basto (E)
AutorDesconhecido
EdiçãoMarta Cruz
Tradução/RedacçãoEscrito originalmente em português
Data da Tradução/Redacção1248 - 1284
TestemunhoBiblioteca Pública de Évora, CIII / 1-22, copiado por Torcato Peixoto de Azevedo (autógrafo), ff. 286r-305v
Data do Testemunho1692-1705 (datado 14-02-1692)
BITAGAPManid 5602, cunum 29493, Texid 12967
GéneroHagiografia

O script do Java parece estar desligado, ou então houve um erro de comunicação. Ligue o script do Java para mais opções de representação.

índice   288r < Página 288v > 289r

Jesus Christo te offereço, e di en diante o Padre non lhe ouzou mais d’ementald’emental: erro por d’ementar. tal couza.

Jazendo o Padre de sancta Senhorinha aquella noite cuidando, que queria Deos fazer de tão piquena moça, como aquella, e cuidando elle esto, deu lhe o sono com enfadamento, apareceo lhe o Anjo de Deos, que lhe disse o Conde de bõa . non queiras ser toruado, nẽ tomes tuas noites sem sono pellas couzas, que a tua filha a Deos prometeo, ao qual a tu offereceste . ca o dito senhor lhe tem apostado o Tambo, e as vodas no Ceo onde auera gloria pera sempre . ca o voto que tu a Deos prometeste, e a tua filha, ia em nenhũa giza se pode refrear, nem reuogar; e tu sei serto, q este voto não prometeste aos homẽs mais a Deos; E por em este voto não ajas por priuado, mais por firme, e solenne, ou non entendiste o q o sperito sancto diz por Dauid Propheta, fazedes votos a Deos, pagade os logo; E por em não queiras demandar fruto a tua filha, fruto de morte, e de tristeza, mais fruto de prazer, e de alegria . ca ella Espozo non mortal catou, e Espozo non mortal escolheo pera si; e ella parirá fruto de vida non mortal; e digo te, que lhe ajas cuidado, da vida temporal, e lhe des mantimento . ca Deos lhe prouerá do Mantimento speritual; e a bencão a tua filha, pois entrar quer no caminho de Deos, pera tu despois Mereceres de ser bento della; ca tu filho es do muy alto Emperador, do qual a tua filha mereceo ser chamada filha Espoza.

Logo bem cedo pela manhã o Padre foi ali aonde estaua a filha, o qual a virgem bem auenturada reçebeo com grande alegria; porq auia receyo do Padre encorrer na sua ira, porquanto seu tallante hera guardar a Deos, o q lhe prometera, e non cazar, assim como lhe o Padre conselhaua; e ella abraçou o entom, e disse lhe Padre boo por ueestepor/ueeste: erro por por/que ueeste. É um erro por omissão de uma sílaba provavelmente motivado pela mudança de linha. aco tão cedo ! e elle porq hera amoesta

Guardar XMLDownload text