Corpus de Textos Antigos

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

M5602T12967

Vida e Milagres de Santa Senhorinha de Basto (E)

TitleVida e Milagres de Santa Senhorinha de Basto (E)
AutorDesconhecido
EdiçãoMarta Cruz
Tradução/RedacçãoEscrito originalmente em português
Data da Tradução/Redacção1248 - 1284
TestemunhoBiblioteca Pública de Évora, CIII / 1-22, copiado por Torcato Peixoto de Azevedo (autógrafo), ff. 286r-305v
Data do Testemunho1692-1705 (datado 14-02-1692)
BITAGAPManid 5602, cunum 29493, Texid 12967
GéneroHagiografia

O script do Java parece estar desligado, ou então houve um erro de comunicação. Ligue o script do Java para mais opções de representação.

índice   286r < Página 286v > 287r

rei pello amor de Jesus Christo; o qual martirio uos digo, que foi mayor, que doutros muitos sanctos, q padecerão morte por Jesus Christo. ca muitos sanctos tomarão a hũa hora morte, e padecerão . Esta sancta bem aventurada marteirou seu corpo por muitos azoutes, por muitos Jeiũũs, e feridas segundo uos contarei; e por muitos tempos . ca bem sabedes, que mor martirio he aquelle, q o homem sofre por Deos muitas uezes, e por muitos tempos, ca o q sofre martirio hũa hora . assim os sanctos, q não ouuerão outros martirios, senão forão degolados, ou desepados, ou espedaçados, ca como quer que grandes marteiros padecessem, esta bem auenturada padeceo mayores Marteiros, ca algũs outros sanctos, e como quer, q eu non soo digno pera uo llos todos contar, e dizer as marauilhas, e milagres, q Deos por ella fes, e fas, e quantos marteiros padeceo . por em uos rogorogo: r minúsculo inicial com uma figura composta por três traços a um tempo., e desso pouco q Eu disser da historia sua segundo meu intendimento abrangeo, q digades o pater noster à honra de Deos, e a Aue Maria à honra da virgem Maria . q elles me queirão dar graça, q uo llo possa pregar, e dizer, E a uos, q de como uo llo eu disser, assi o ponhades em uossos coracões; EE: E maiúsculo inicial com figura composta por três traços a um tempo. a uós digo, q o bem e vida desta sancta e milagres, q Deos fes, e fas por esta sua Espoza, nenhum non os deue calar, mas antes dizer, e pregar, pera as gentes auerem noticia, e conhecimento aa: provável erro por da. sua vida, e nascimento, ata o dia da sua sancta morte. Primeiramente uos digo, q esta virgem foi logo de sua nascença sancta, e sempre se chegou aos bõs Costumes e a de Jesus Christo, e em elles acabou seu tempo viuendo sempre, em sanctidade, e arredando sse de todo peccado, atormentando seu corpo por muitos Jeiũũs e marteiros . a qual foi filha de hum Conde, q auinomauinom: erro por auia nome. Auul

Guardar XMLDownload text