Corpus de Textos Antigos

Menu principal


Powered by <TEI:TOK>
Maarten Janssen, 2014-

M1143T1084

Vida de Tarsis

TitleVida de Tarsis
AutorDesconhecido
EdiçãoEsperança Cardeira
Tradução/RedacçãoTradução do latim: Vita Sanctae Thaisis, inicialmente escrita em grego e transmitida, na tradução latina, nas Vitae Patrum, PL 73, 661-662.
Data da Tradução/Redacção1375-1400
TestemunhoBiblioteca Nacional de Portugal, Alc. 462, fls. 66r-67v
Data do Testemunho1431-1446
BITAGAPManid 1143, cnum 1072, Texid 1084
GéneroHagiografia

O script do Java parece estar desligado, ou então houve um erro de comunicação. Ligue o script do Java para mais opções de representação.

índice   66r < Página 66v > 67r

Hũa mançeba foy do mundo que chamauã tarsis e era de tamanha fremosura que mujtos venderõ os beẽs que auyam por ella e ueerom a muj gram pobreza e aram aram: erro por eram. tantos amadores que ha amauom que mujtos moryam por ella e faziam grandes pellegas Quando esto soube o abbade paunucio ouue grande doo seu coracõ della e filhou panos de sagral por prezo de seu pecado e chegou aa porta della e disse lhe quero cõtigo fazer mjnha uontade E ella lhe disse que entrasse pa dentro e ẽtrou na primeira casa e acharom huũ leyto muj boo de mujtos panos de grande uallor E o abbade lhe disse . a hy outra casa mais escusada e ascondida E ella disse ha . e queres que nos vaamos pera ella e el disse ssy . E ella dise sse dos homeẽs as uergonça aque te nom veera nehuũ E sse de deus has uergonça . nom ha logar hu sse o homẽ ascõda ante os seus olhos E quando o uelho esto ouujo . dise lhe sabes quem he deus . e ella disse ssey e o sseu Reygno e o tormento que aueram aquelles que mal fezerẽ e ella disse ssy E o velho lhe disse. se esto sabes porque fezeste perder tantas almas . que nam tam soomente pella tua mais pellas de mujtos que fezeste perder porque por todas daras conto e rrazom a deus E ella quando esto ouujo. começou de chorar fortemẽte e cayo lhe aos pees e disse lhe que lhe desse peendença e que orasse a deus por ella e pedio lhe espaço de tres dias e que a cabo de tres

Guardar XMLDownload text